Ouvidoria

Quero Consulta Unimed: Aplicativo facilita...

Campanha Atitude na Veia aumenta em 23% doações...

Lives: entretenimento e qualidade de vida para a...

Unimed VTRP é destaque em Responsabilidade Social do I Prêmio Destaque Cooperar dos Vales, do Jornal O Informativo do Vale

29 de novembro de 2019

Crédito: Lidiane Mallmann/O Informativo do Vale

Em uma noite de festa para o setor cooperativista dos Vales do Taquari e Rio Pardo, quatro cooperativas e uma personalidade receberam a homenagem do I Prêmio Destaques Cooperar dos Vales, em evento promovido pelo jornal O Informativo do Vale, no Weiand Hotel, em Lajeado. A Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) foi uma das estrelas da noite. O programa Viver Bem na Escola, realizado pela Cooperativa Médica, foi a ação vencedora na categoria Responsabilidade Social.

“A conquista de hoje, se soma a muitas outras, de um 2019 histórico para a Unimed VTRP. Em setembro, fomos reconhecidos pela ANS, a Agência Nacional de Saúde Suplementar, que regula nosso setor, como uma das melhores operadoras de planos de saúde do Brasil. Em um rigoroso levantamento, atingimos a nota máxima, feito repetido por apenas 4 operadoras de grande porte. Isto é motivo de orgulho para a Unimed e para a nossa região, pois são as pessoas daqui que constroem estas conquistas”, afirmou o médico Evandro Reis, Diretor de Mercado da Unimed VTRP.

“Acreditamos que somar forças é a melhor forma de proporcionar cuidado. Por isso, que possamos continuar promovendo um ambiente mais humano, saudável e sustentável”, finalizou Reis.

O objetivo da ação é trabalhar o tema educação para a saúde com crianças e adolescentes para contribuir com a formação de adultos com estilos de vida mais saudáveis e, por consequência, com uma melhor qualidade de vida. Para alcançar esse resultado, a Unimed atingiu 90% da satisfação dos participantes do programa, garantindo a qualidade das ações e do formato de multiplicação e discussão dos temas abordados.

O projeto da Unimed aborda os temas qualidade de vida, sexualidade, drogadição, saúde mental, educação ambiental e prevenção de acidentes a adolescentes, pais e educadores. Em parceira com as secretarias municipais de Lajeado e Santa Cruz do Sul e 3ª e 6ª coordenadorias regionais de Educação, a cooperativa realiza as atividades em escolas públicas e privadas dos vales do Taquari e Rio Pardo. A equipe técnica que atua no programa é formada por três médicos cooperados, uma psicóloga e colaboradores da cooperativa, que buscam atender às demandas provenientes das escolas.

Prêmio Cooperar

O evento foi marcado pela presença de autoridades como o senador Lasier Martins, o deputado estadual Edson Brum, o presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius, além de prefeitos, empresários, acadêmicos e líderes das maiores cooperativas de ambas as regiões. Todos com um objetivo: discutir o modelo cooperativista, compreender o fenômeno de sucesso na região e conhecer as cooperativas agraciadas pelo prêmio nas categorias Destaque Cooperativas (Languiru e Dália Alimentos), Responsabilidade Social (Unimed VTRP), Liderança (Irno Pretto) e Difusão do Cooperativismo (Certaja).

“Ao longo de seus 50 anos, o jornal O Informativo do Vale preserva a história e a tradição regional, estimula a alçar os olhos para o futuro e mantém-se altivo na luta pela evolução da região. Várias foram as bandeiras coletivas defendidas pelo diário em sua trajetória, e dentre elas, o cooperativismo sempre esteve em evidência”, afirma a gerente de marketing, Miriam Volkmer Destefani.

Presidente da Ocergs, Vergilio Perius aponta que o Vale do Taquari como o primeiro do mundo em se tratando de percentual de população de cooperados e associados. “Somamos o percentual de 88% da população que tem algum familiar vinculado, cooperado ou associado a alguma cooperativa. Superamos até o Canadá que, até então, tinha o melhor índice nesse sentido. Se o Brasil fosse o Vale do Taquari, seria outro país”, revela. O deputado estadual Edson Brum e o senador Lasier Martins também fizeram seus pronunciamentos.

A palestra da noite, intitulada “O futuro do cooperativismo”, foi ministrada pelo doutor em Desenvolvimento Rural e Coordenador do Curso de Especialização em Cooperativismo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Jairo Bolter, que abordou “A cooperação e o cooperativismo contemporâneo diante dos processos de desenvolvimento regional”.

Crédito: Lidiane Mallmann/O Informativo do Vale

Destaque Cooperativas

Essa categoria teve homenagens em dose dupla. Foram agraciadas duas cooperativas da região: Languiru e Dália Alimentos. Segundo a comissão julgadora, a atitude de ambas organizações de firmarem acordo de intercooperação, no ano passado, é um dos sete princípios do cooperativismo. De acordo com o sexto item, a intercooperação faz com que as cooperativas atendam os associados de maneiras mais efetiva. Além disso, fortalece ainda mais o movimento cooperativo ao unir e contribuir significativamente para o cooperativismo do Vale do Taquari.

A iniciativa inovadora nas políticas institucionais de ambas empresas acende uma nova luz na história do cooperativismo no Vale do Taquari. Ambas cooperativas superaram as próprias barreiras ao compreenderem que suas integridades passavam pela cooperação. Ao aproximarem-se, Dália e Languiru ampliaram virtudes para enfrentarem players mundiais.

Liderança

Aos 76 anos, o dentista Irno Augusto Pretto foi agraciado com o prêmio Destaque Liderança. Ao longo da trajetória de vida, seu nome virou sinônimo de cooperativismo, determinação e liderança. Do pai, um dos fundadores da Cooperativa Cosuel, Pretto herdou o espírito crítico, a vocação política, a paixão pelo cooperativismo e a preocupação com o próximo.

Natural de Encantado, finalizou a Faculdade de Odontologia em Passo Fundo, em 1966 – período em que avançava o regime militar. Inconformado com o governo, Pretto liderou um grupo de 22 dentistas que, insatisfeitos com a diferença e a falta de elo entre o atendimento do setor particular e do público, buscaram uma alternativa a essa questão. Assim, inspirado pelo modelo cooperativista já consolidado na região, foi um dos sócio-fundadores da Odoncop, em 1972 – hoje Sistema Nacional Uniodonto, a maior cooperativa odontológica do mundo, organizada em 130 singulares que reúnem 22 mil cirurgiões dentistas cooperados em todo o país e atende mais de três milhões de beneficiários.

Com forte espírito de liderança, em 1974 tornou-se presidente da União das Cooperativas Odontológicas do Vale do Taquari. A constante preocupação com o próximo e a comunidade fez com que se elegesse, em 1992, vereador de Encantado, cargo esse ao qual foi reeleito por mais duas vezes. Nessa época, foi presidente da Câmara, autor de leis municipais, do projeto da Liga Masculina de Combate ao Câncer de Próstata. Também atuou como secretário de Saúde e do Meio Ambiente. Nessa trajetória, implantou no hospital de Encantado o pronto Socorro 24 horas, totalmente gratuito, além de idealizar e trabalhar na construção do Centro Oftalmológico Regional, onde, anos mais tarde, foi realizada a primeira cirurgia de transplante de córnea da região. Embora estivesse atuando no meio político, nunca deixou de lado seu protagonismo no cooperativismo. O espírito de solidariedade, companheirismo, sociabilidade e respeito ao próximo sempre prevaleceu em sua vida. Em 2003, assumiu a presidência da Federação das Uniodontos do Rio Grande do Sul, cargo onde permanece até hoje.

Iniciando também suas atividades como diretor sindical, foi eleito, em 2006, vice-presidente da Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul (Ocergs) – assumindo concomitantemente a direção do ramo de saúde da entidade.

Difusão

Desenvolvido desde 2004 pela Certaja, o Projeto Sementes do Cooperativismo foi o homenageado com o prêmio da categoria Difusão do Cooperativismo. A ação dissemina o cooperativismo para mais de 200 crianças e adolescentes do 5º ao 9ª em escolas situadas no âmbito de atuação da organização. Ao contar a história da Certaja e o desenvolvimento social e econômico das comunidades após a chegada da energia elétrica nos 50 anos de legado da organização, a cooperativa reforça o potencial desse modelo econômico.

A ação é resultado de uma experiência coletiva com o objetivo de reconstruir caminhada para colocar em prática os paradigmas cooperativistas, educacionais e filosóficos em sintonia com os associados, familiares e integrantes da comunidade.