Ouvidoria
Entenda os termos do seu plano de saúde
Cuidar da saúde da família é o maior desejo das pessoas. Cuidar é poder proporcionar acesso a médicos nos momentos que sua família mais precisar e também, ter todo o apoio de profissionais especializados, como nutricionistas, psicólogos e educadores físicos, para estimular o corpo e a mente a ter uma vida mais saudável.
 
 
Um plano de saúde é muito mais do que consultas com médicos, é uma porta de entrada a diversos serviços essenciais como rede de atendimentos de médicos e outros profissionais, hospitais, exames, terapias e procedimentos.
Quem tem o serviço sabe que, sempre que precisar, poderá contar com atendimento qualificado. É a garantia de mais segurança e bem-estar.
Mas, na essência, o que um plano de saúde mais deseja é poder proporcionar cuidado para as pessoas, num equilíbrio entre corpo e mente.
Antes de contratar este serviço para sua família, é muito importante que você entenda muito bem como ele funciona, afinal, ele será seu parceiro e estará ao seu lado em diversos momentos.
 
 
Cobertura é a relação de serviços e de procedimentos que você tem à sua disposição para cuidar da sua saúde. A Unimed oferece três opções de coberturas: AMBULATORIAL, AMBULATORIAL-HOSPITALAR e HOSPITALAR.

 

O plano AMBULATORIAL dá acesso a:
– Atendimentos nos consultórios dos médicos cooperados à Unimed.
– Consultas com nutricionistas, psicólogos.
– Atendimentos de acupuntura.
– Terapias de alto custo como quimioterapia e radioterapia (em ambulatório, sem hospitalização).
– Diversos exames dos mais simples (exames de sangue, RX) aos mais complexos como ressonância magnética e tomografia.
– Atendimento de urgência e emergência em todo o Brasil, nos hospitais credenciados à Unimed, com possibilidade de ficar em observação (enquanto se recupera do tratamento ou procedimento) por até 12 horas.

 

 
O plano AMBULATORIAL não cobre:
– Internação em hospital (pernoite em hospital).
– Procedimentos para fins estéticos.
– Inseminação artificial.
– Procedimentos e medicamentos experimentais.
O plano AMBULATORIAL-HOSPITALAR oferece toda a cobertura do plano AMBULATORIAL, e acrescenta um grande diferencial: internação hospitalar e procedimentos mais complexos como:
– Terapias de alto custo como quimioterapia e radioterapia com e sem hospitalização.
– Cirurgias, sem fins estéticos.
– Cirurgias cardíacas.
– Cirurgias de transplante de rins, córnea e medula óssea.
– Cirurgias para implantação de órteses e próteses.
– Internações em UTI – unidade de tratamento intensiva.
– Todos medicamentos utilizados no hospital, durante a internação.
– Remoção de paciente internado para hospital de maior recurso, quando médico solicitar.
 
O plano HOSPITALAR exclusivo para hospitalização dispõe ao cliente o direito à internação hospitalar e aos tratamentos e intervenções realizadas no ambiente hospitalar, cobertas no rol de procedimentos da Agência Nacional de Saúde (ANS).
– Terapias de alto custo como quimioterapia e radioterapia com e sem hospitalização.
– Cirurgias, sem fins estéticos.
– Cirurgias cardíacas.
– Cirurgias de transplante de rins, córnea e medula óssea.
– Cirurgias para implantação de órteses e próteses.
– Internações em UTI – unidade de tratamento intensiva
– Todos os medicamentos utilizados no hospital, durante internação.
– Remoção de paciente internado para hospital de maior recurso, quando médico solicitar.

 

 
PARA RESUMIR:
 
 
É a área (região) onde estão localizadas as cidades nas quais você poderá usar seu plano de saúde. Ao contratar um plano, você pode escolher entre duas áreas de abrangência: REGIONAL ou NACIONAL.
A REGIONAL abrange os Vales do taquari, Rio Pardo e Região do Jacuí, totalizando 59 municípios. Ou seja, você poderá escolher um médico ou prestador de serviços de saúde da sua região.
Hoje, com a abrangência REGIONAL, você pode contar com mais de 700 médicos cooperados, em mais de 40 especialidades. Além disso, encontra aproximadamente 270 prestadores de serviços, entre clínicas, laboratórios e hospitais.
A NACIONAL além de contar com toda a rede REGIONAL, abrange todo o Brasil, em mais de 370 municípios. Nesse caso, você pode optar por um especialista em Porto Alegre, Fortaleza ou Goiânia, por exemplo.
 
 
Para você entender melhor, carência é o tempo que você precisa esperar para realizar alguns procedimentos com o seu plano de saúde. Esse prazo é determinado pela Agência Nacional de Saúde (ANS).
24 horas – casos de urgência e emergência
30 dias – consultas médicas
30 dias – exames simples e laboratoriais (Ex. RX simples, exames e sangue)
90 dias – consultas/sessões de fonoaudiologia, nutrição, psicoterapia e terapia ocupacional.
180 dias – exames sofisticados (Ex. ecocardiografia, tomografia computadorizada, quimioterapia, etc)
Para consultas e internações, inclui-se as carências abaixo:
180 dias – internações hospitalares
300 dias – parto
 
 
O contratante do plano pode inscrever outras pessoas da família no contrato. Eles serão seus dependentes e podem ter os graus de parentesco a seguir:
– cônjuge ou companheiro(a) em união estável.
– filhos, enteados ou menor sob guarda judicial até 30 anos, ou filhos que tenham atestado por invalidez, de qualquer idade.
 
 
A coparticipação é o valor que você paga no momento da consulta, exame, procedimento ou internação (no caso dos planos com cobertura de internação). Na prática, você paga a sua mensalidade e, somente quando precisar utilizar o plano, paga esta taxa.
Em sessões de fisioterapia, a taxa é cobrada a partir da 31ª sessão. Nas internações clínicas e cirúrgicas (no caso dos planos com cobertura de internação), a cobrança acontece após o 61º dia hospitalizado.
Confira aqui todas as taxas de coparticipação dos nossos planos.

 

Reajuste para contratos coletivos -30 vidas (RN 309)