Ouvidoria

Quero Consulta Unimed: Aplicativo facilita...

Campanha Atitude na Veia aumenta em 23% doações...

Lives: entretenimento e qualidade de vida para a...

“Reciclagem é coisa de gente inteligente”, destaca Tião Santos

Protagonista do filme “Lixo Extraordinário” falou sobre sua trajetória como catador de material reciclável durante o Workshop de Sustentabilidade

05 de setembro de 2014


Palestra do ex-catador Tião Santos destacou a vida daqueles que trabalham em um dos maiores aterros sanitários do mundo

“Devemos romper esse paradigma de que reciclagem é coisa de gente pobre. Reciclagem é coisa de gente inteligente.” Este foi o recado deixado pelo ex-catador de material reciclável, Tião Santos, durante o Workshop de Sustentabilidade promovido pela Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) e pelo Projeto Meio Ambiente na Escola, do jornal O Informativo do Vale. O evento, que propôs uma discussão acerca do tema “Cultivar valores e reciclar ideias”, reuniu aproximadamente 200 pessoas na tarde de quarta-feira (01/10), na Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil).

No encontro, Tião destacou a vida daqueles que trabalham no Jardim Gramacho, um dos maiores aterros sanitários do mundo, localizado na periferia do Rio de Janeiro. “A sustentabilidade está envolvida na saúde, na cultura e no consumo. Ela representa o modo de viver das pessoas. Precisamos pensar que o hábito de consumir vai impactar na nossa vida e nas próximas gerações. Portanto, para chegarmos a um denominador próximo do ideal, precisamos debater este assunto. São as perguntas que movem o mundo”, argumentou o ex-catador.

Foi no Jardim Gramacho que o artista plástico Vik Muniz produziu o documentário protagonizado por Tião. O filme “Lixo Extraordinário” ganhou repercussão mundial após ser indicado ao Oscar, em 2011. “Naquela oportunidade não levamos o prêmio. Mas tem um Oscar que jamais vão tirar da gente: o reconhecimento, a valorização e a humanização do catador”, finalizou Tião.

O presidente da Unimed VTRP, Carlos Antonio da Luz Rech, frisou a importância da realização de encontros e debates com o objetivo de promover a mudança. “Consideramos este momento como uma oportunidade para refletir, pensando no que podemos fazer para alcançar a sustentabilidade. Tanto do nosso negócio, que é saúde e qualidade de vida, quanto nas questões sociais e ambientais, dando atenção a este trabalho e garantindo um futuro melhor para os nossos jovens e para as futuras gerações”, disse Rech.

Após a palestra, uma mesa-redonda com empresas e entidades locais compartilhou cases de sustentabilidade. A Unimed VTRP apresentou o Programa Adolescer, a Faros expôs o projeto “Caminhos e descaminhos do óleo vegetal”, a Dália Alimentos enfatizou o “Reaproveitamento e reuso de água” e a Associação Lajeadense Pró-Segurança Pública (Alsepro), em parceria com o Ministério Público, levou aos participantes informações sobre o Programa Vida + Viva.

O bate-papo foi mediado pela gestora de Sustentabilidade da Unimed do Brasil, Maike Mohr, que parabenizou a iniciativa e destacou a importância de se trabalhar cada vez mais com foco na gestão sustentável. “A Unimed VTRP foi muito feliz em promover um evento com este formato, mostrando que é possível termos um crescimento sustentável, sem prejudicar o meio ambiente e trazendo a inclusão social. Essa ação representa um exemplo para todo o Sistema Unimed”, avaliou a gestora.



Gestora de Sustentabilidade da Unimed do Brasil, Maike Mohr, mediou uma mesa-redonda com cases de sustentabilidade

Categoria: Unimed VTRP