Ouvidoria

Quero Consulta Unimed: Aplicativo facilita...

Campanha Atitude na Veia aumenta em 23% doações...

Lives: entretenimento e qualidade de vida para a...

Professores discutem sexualidade em seminário da Unimed VTRP

Demandas apresentadas no evento vão embasar melhorias em projeto desenvolvido pela Cooperativa Médica

24 de maio de 2011

Educadores que já trabalham o tema sexualidade nas suas escolas, ou que têm interesse em melhor tratar o assunto com os alunos, reuniram-se na sexta-feira (20/05), no auditório do prédio 16 da Univates, em Lajeado. Foi o I Seminário de Sexualidade, promovido pela Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) com a participação de dezenas de representantes das redes de ensino de Lajeado e Venâncio Aires – municípios da região onde a Cooperativa desenvolve o Projeto Adolescer.

A abertura do evento foi conduzida pelo médico Rogério Zingano, integrante da diretoria da Unimed VTRP. Ele apresentou a política de responsabilidade socioambiental da Cooperativa, que está comprometida não só com a sustentabilidade do negócio, mas também com o desenvolvimento da sociedade. Nesta linha enquadra-se o Projeto Adolescer, cuja equipe técnica foi convidada para compor a mesa – as médicas Renata Jucá e Silvia Dartora, e a psicóloga Daniela Graef.

Na sequência, Renata Jucá falou sobre o Adolescer e a forma de abordar o tema sexualidade. Citou recente pesquisa realizada em São Paulo, que tratava sobre um programa para redução da gravidez na adolescência. “Inicialmente reforçaram aos estudantes os métodos para a prática de sexo seguro. Mas isso não deu resultado. Então perceberam que precisavam trabalhar com os sentimentos deles, com a autoestima e com projetos de futuro”, comentou a médica.

Esta também é a essência do Adolescer, desenvolvido desde 2007 pela Cooperativa. E para que ele continue alinhado às necessidades das escolas, os professores participantes do seminário tiveram um momento para expor a realidade de seu dia a dia. “Com base nestas demandas, agora vamos buscar um aprimoramento do projeto”, informou a gestora da área de Responsabilidade Socioambiental da Unimed VTRP, Jelci Southier.

Para uma das participantes do evento, a professora Rose Maria Pilz, orientadora educacional na Escola Municipal D. Pedro I, de Lajeado, entender mais a fundo a sexualidade contribui para que sejam resolvidos muitos conflitos entre os estudantes. “Às vezes há um desentendimento entre duas meninas. E, se tu investigar, vai descobrir que foi um menino que deu origem à situação”, exemplifica ela. Também considera importante um estudo continuado sobre o assunto, para que possa colaborar com a formação de crianças e adolescentes, ou mesmo para dar um suporte aos pais, que muitas vezes buscam informações junto à escola.

O seminário, que contou com a parceria das secretarias municipais de Educação de Lajeado e Venâncio Aires, foi encerrado com a palestra “A diversidade da sexualidade”, com o psicólogo Eduardo Saraiva. Ele tratou o tema a partir de cenas de filmes que foram exibidas ao longo do seminário.

 


Diretor Rogério Zingano com a equipe técnica do Adolescer (e/d): as médicas Renata Jucá e Silvia Dartora e a psicóloga Daniela Graef

 


Para Rose, uma das participantes, muitos conflitos das crianças e dos adolescentes têm origem na sexualidade

 

 

Categoria: Unimed VTRP