Ouvidoria

Quero Consulta Unimed: Aplicativo facilita...

Campanha Atitude na Veia aumenta em 23% doações...

Lives: entretenimento e qualidade de vida para a...

Inscrições para Programa de Aceleração de Startups da Unimed VTRP se encerram neste domingo

Vibee Start e Vibee Go já contam com mais de 60 participantes

14 de agosto de 2020

Tem uma ideia de novo negócio ou uma startup na área da saúde? Então, o Vibee, hub de inovação da Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) é o local certo para fazer o seu projeto sair do papel ou decolar de vez. Mas fique atento: as inscrições para os dois primeiros programas de aceleração, Vibee Start e Vibee Go, se encerram neste domingo, 16/08, e já contam com cerca de 60 startups participantes.

Inaugurado em julho deste ano, o Vibee conta com uma estrutura inspirada nos hubs do Vale do Silício, e consolida a Unimed VTRP no ecossistema de inovação no setor saúde. Além disso, os programas de aceleração Vibee Start e o Vibee Go fornecem aos participantes um time de mentores que são referência em suas áreas e a possibilidade de entrar no mercado nacional com o background de uma das melhores operadoras de planos de saúde do País.

“As startups que toparem nosso desafio terão contato com centenas de médicos e profissionais de saúde, que podem validar ideias em diversos momentos, etapas ou contextos”, lembra o Head do Vibee, Rafael Zanatta. “Nosso objetivo é entender quais são as necessidades das startups aceleradas e fazê-las decolar, seja capacitando, inspirando ou promovendo excelentes relacionamentos”, complementa.

A jornada da Unimed VTRP no ecossistema de inovação já tem marcos importantes. Em 2015, a Cooperativa mergulhou de cabeça neste mundo, e isso promoveu mudanças profundas na instituição. O processo foi amadurecendo rapidamente, e em 2019 deu um grande salto.

“Nos últimos dois anos realizamos duas edições de programas de conexão com startups, o InnovatiOn Unimed. Entramos em contato com as ideias e MVPs de mais de 350 startups do Brasil e do exterior. Deste total, selecionamos 48, sendo 24 em cada ano. Na primeira edição, oito vieram trabalhar aqui conosco, no dia a dia da Cooperativa. A segunda edição está em andamento, e seguimos a conexão, mesmo à distância”, assegura Rosilene Knebel, Superintendente Executiva da Unimed VTRP.

Todas as informações sobre o Vibee podem ser acessadas no site www.vibeeunimed.com.br.

DIAGNÓSTICO E CONEXÕES

O número de startups que desenvolvem ideias ligadas à saúde tem praticamente dobrado a cada ano. Isso impõe um grande desafio aos empreendedores que têm boas ideias para o setor: como saber quais são os pontos fortes e fracos? Como se destacar e escalar a solução? É aí que o Vibee Start e o Vibee Go se diferenciam de outros programas brasileiros.

“Antes de iniciar a aceleração cada startup passa por um diagnóstico. O primeiro passo é entender em que momento a startup acelerada está para saber como poderemos ajudar no desenvolvimento, na conexão com o mercado ou mesmo se é preciso pivotar para algo novo”, salienta Zanatta.

E, apesar de esta ser a primeira edição do programa de aceleração de startups, a Cooperativa já tem cases que provam como esse diagnóstico pode fazer os empreendedores encontrarem um caminho mais vantajoso para todos.

“Para inovar é preciso chegar ao problema real dos clientes e acessar as pessoas certas. Já tivemos diálogo com uma startup que nos procurou para apresentar seu produto, uma dieta proteica. Mobilizamos nossos especialistas e esse contato trouxe uma descoberta: o grande mercado daquela solução não era apenas os hospitais, como pensavam, mas também os clientes que estão acamados em casa e que precisam de uma rica alimentação para se recuperar”, relata Rosilene.

DO VALE DO SILÍCIO AO VALE DO TAQUARI

No ano passado, os gestores da Unimed realizaram uma missão ao Vale do Silício. Desta experiência, surgiram diversas possibilidades, e uma delas foi criação do hub de inovação. “Em nossa passagem pelo Vale do Silício, visitamos muitos centros de inovação e percebemos que o próximo passo seria nos conectarmos com a inovação para fora, para além da cooperativa. É um novo patamar”, comenta Rosilene.

Localizada no Vale do Taquari, próximo a Porto Alegre, a Unimed VTRP se destaca na região conhecida nacionalmente pela quantidade de cooperativas. No “Vale”, sete em cada 10 habitantes tem ligação com o cooperativismo, o que mostra um ambiente fértil para buscar novas soluções. Além disso, a Unimed VTRP atua também nos vales do Rio Pardo e Região do Jacuí, em 59 municípios.

“Nosso objetivo também é fomentar o desenvolvimento da região. Nossos programas se baseiam em três pilares. O primeiro é a inspiração, pois sabemos que a jornada de empreender não é fácil e por isso precisamos manter nossas startups motivadas para encarar os desafios. O segundo é a capacitação, fornecendo as ferramentas necessárias para o empreendedor resolver seus problemas. O terceiro é um dos mais potentes, o networking, colocando os  empreendedores em contato com mentores capazes de fornecer insights transformadores”, afirma Zanatta.

E O NOME?

O nome do espaço nasceu da união de duas palavras: vibe (vibração, em Inglês) e bee (abelha, em Inglês). A abelha é um dos símbolos do cooperativismo, e representa também, na natureza, um importante agente de fertilização, pois poliniza flores nos locais onde passa.

 “No Vibee, as ideias e novos negócios são polinizados, com a energia que a inovação necessita para fazer acontecer”, finaliza Zanatta.

OS PROGRAMAS

– Vibee Start: busca startups que estejam no processo de ideação, com uma ideia do que seria o MVP (Produto Mínimo Viável, em Português) e com a equipe ainda em formação. Nessa fase ainda existe a necessidade de avaliar o problema que está sendo resolvido, avaliar se a solução é adequada e se existe um tamanho de mercado que justifique a criação de uma startup com base nisso.

É a fase onde a startup ainda está no campo das ideias, os fundadores tem outros empregos e estão testando tudo. Nestes casos, o Vibee Start auxilia no processo de desenvolvimento.

– Vibee Go: busca startups que estejam no processo de validação já buscando a operação. Nesse caso as startups já possuem um MVP, alguns integrantes da equipe trabalham em tempo integral e já existem clientes utilizando o produto/serviço.
Mesmo nestas situações, existe possibilidade de reiniciar o processo de criação da solução ou criar novas alternativas com base no que for visto na aceleração e conversado com os mentores.

Ambos os programas terão duração de 6 meses e as inscrições são aceitas exclusivamente pelo site www.vibeunimed.com.br, até 16/08, às 23h59.