Escola Guilherme Hildebrand fica em 1º lugar na...

Escola Teoboldo Closs, de Teutônia, fica em 1º... Unimed VTRP

Unimed VTRP realiza doação de 100 mechas de... Unimed VTRP

Escola Teoboldo Closs, de Teutônia, fica em 1º lugar na Gincana Eu Ajudo Na Lata (Vale do Taquari)

Ação arrecadou 707 quilos de alumínio na região; vencedores pretendem doar dinheiro para a campanha “Todos pela Lívia”

21 de outubro de 2019

A competição do bem, que mobilizou centenas de estudantes, educadores e comunidades no Vale do Taquari durante este ano, conheceu seus vencedores nesta segunda-feira, 21/10. Em cerimônia realizada na sede da Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP), a Cooperativa Médica premiou as três escolas que arrecadaram mais lacres de alumínio, durante os últimos seis meses. A grande campeã foi a Escola Municipal de Ensino Fundamental Teobaldo Closs, de Teutônia.

Os vencedores arrecadaram a expressiva marca de 80 quilos e 500 gramas de lacres de alumínio, e receberam das mãos do Diretor Administrativo da Unimed VTRP, médico Daniel Pandolfi, e do responsável pelos projetos de Sustentabilidade da Cooperativa, Cleimar dos Santos, o cheque de R$ 1000,00.

“Realizamos a campanha Eu Ajudo Na Lata há sete anos. É uma das nossas principais ações de Responsabilidade Social. Neste tempo, já foi possível doar 24 cadeiras de rodas para a comunidade, um número muito significativo. E o melhor de tudo é o aprendizado que as crianças, que se mobilizam todos os anos, nos passam. É possível cuidar melhor do meio ambiente, e é este o exemplo que eles estão nos mostrando. Temos que aprender com eles”, comentou Pandolfi.

Diretor Administrativo da Unimed VTRP, médico Daniel Pandolfi

O Colégio Madre Bárbara ficou em segundo e a Escola Estadual de Ensino Fundamental Irma Branca, em terceiro – ambas as escolas são de Lajeado. A diferença entre o segundo e o terceiro foi de apenas 100 gramas. O Madre arrecadou 56 quilos e 800 gramas, contra 56 quilos e 700 gramas do Irma Branca.

“A Unimed VTRP é uma cooperativa que busca promover um impacto positivo nas comunidades onde atua. Esta gincana, mais uma vez, nos aproxima deste nosso ideal. A premiação é uma forma de agradecimento para todos que se engajam nesta campanha, que é tão bonita e representativa”, afirmou Cleimar.

A Gincana Eu Ajudo Na Lata contou com a participação de 46 escolas nos Vales do Taquari e Rio Pardo. Foram distribuídos R$ 3500 em premiação. No total, foram arrecadados 707 quilos de alumínio. Este material se transformará em recursos financeiros, que serão revertidos na doação de cadeiras de rodas para instituições da comunidade.

Cleimar Santos, responsável pelos projetos de Sustentabilidade da Unimed VTRP

Escola campeã quer ajudar Lívia

Os vencedores já definiram o destino dos R$ 1000 que levaram pela primeira colocação. O montante será doado para a campanha Todos Pela Lívia. “Estávamos mobilizados na arrecadação desde o início. Há cerca de dois meses, um dos nossos alunos sugeriu que o dinheiro fosse doado para a campanha da menina Lívia, que é de Teutônia, e que luta para vencer a Atrofia Muscular Espinhal (AME). Depois disso, a comunidade passou a contribuir ainda mais. Recebemos até doações de outros municípios. Foi uma verdadeira corrente do bem”, conta Shana Müller Vogel, diretora da Teobaldo Closs.

Lívia Teles, de 11 meses, tem mobilizado centenas de pessoas na região. Diagnosticada desde os quatro meses com Atrofia Muscular Espinhal (AME), ela luta pela vida. A família busca ajuda para conseguir custear a vacina da cura para doença, tratamento que custa R$ 9 milhões.

Em segundo lugar, o Colégio Madre Bárbara comemorou a premiação de R$ 500,00. “Abraçamos a gincana como uma de nossas campanhas sociais como parte do programa ‘O Líder em Mim’. O engajamento das crianças é um ótimo exemplo para os adultos”, lembrou a coordenadora pedagógica Cláudia Rockenbach.

A Escola Irma Branca ficou em terceiro lugar, e recebeu da Unimed um cheque de R$ 300,00. No educandário, o Grêmio Estudantil mobilizou os estudantes. “Os lacres que arrecadamos são reciclados, e não poluem o meio ambiente. E as cadeiras ajudam a muitas pessoas”, explicou o estudante Bruno Hotto, de 15 anos. As colegas Camila Bender, também de 15 anos, e Mariana Beatriz, de 12, e a Diretora Carla Ranzi também representaram a escola na premiação.

Categoria: Unimed VTRP