Ouvidoria

Quero Consulta Unimed: Aplicativo facilita...

Campanha Atitude na Veia aumenta em 23% doações...

Lives: entretenimento e qualidade de vida para a...

Cooperativas trocam experiências em evento da Unimed VTRP

3º Fórum de Cooperativismo reuniu mais de uma centena de participantes em Lajeado

21 de julho de 2009

Cooperativas de diferentes regiões do Estado tiveram na tarde de ontem (16/07) a oportunidade de trocar experiências e reunir informações para aprimorar seus empreendimentos. Foi durante o 3º Fórum de Cooperativismo, realizado pela Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) no auditório do Prédio 7 da Univates, em Lajeado, com a presença de mais de uma centena de participantes.

Na abertura do evento, o presidente da Unimed VTRP, o médico Carlos Antonio da Luz Rech, falou sobre a expressividade do cooperativismo na área de atuação da operadora de planos de saúde – vales do Taquari e do Rio Pardo e região do Jacuí. “São 49 cooperativas, com cerca de 250 mil associados, em diferentes ramos, como agropecuária, infraestrutura, saúde, crédito, habitação e transportes. Somos responsáveis por uma fatia significativa da economia de nossas regiões”, destacou o representante da cooperativa médica.

Na sequência foram realizadas três mesas redondas e uma palestra. Confira os assuntos abordados:

 

Fidelização e qualificação de associados/cooperados

Este foi o tema da primeira mesa redonda da tarde, composta por Dirceu Bayer, presidente da Languiru – cooperativa que trabalha com avicultura, suinocultura, leite e rações, com sede em Teutônia -, e Vergílio Frederico Perius, presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS. O moderador foi Nilson Luiz May, presidente da Federação das Unimeds do RS.

Para Bayer, fidelização é o resultado de um trabalho de longo prazo e de estabilidade econômica. Falou da importância de agregar valor à matéria-prima para garantir o retorno financeiro aos sócios e elencou uma série de ações adotadas pela Languiru para estreitar o relacionamento com os associados, como a realização de eventos e o envolvimento dos jovens, com a promoção de encontros, oferta de bolsas de estudos e programas especiais de crédito.

Perius trouxe duas propostas para a fidelização de cooperados. Chamou atenção para a necessidade de contratualização de serviços dos cooperados com as cooperativas, como acontece em países da Europa. Mas também sugeriu a classificação dos associados, medindo a participação deles e oferecendo benefícios nesta mesma proporção. “Devemos tratar de forma igual, os iguais; e de forma desigual, os desiguais”.

Perius, presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, com Bayer, presidente da Languiru, e May, presidente da Federação das Unimeds do RS

 

 

 

 

 

 

 

 

Planejamento estratégico em cooperativas

José Mário Hansen, superintendente da Cooperativa Piá – do ramo de lácteos e com sede em Nova Petrópolis -, e Marco André Régis, gerente de Comunicação e Marketing da Cotripal – cooperativa que trabalha com soja, em Panambi -, compuseram a segunda mesa redonda, que teve a mediação de Carlos Antonio da Luz Rech, presidente da Unimed VTRP.

Hansen salientou que a base do sucesso da cooperativa é o associado. “Por isso, estamos focados na transformação do agricultor no empresário rural. É preciso haver uma profissionalização”. Também disse que estão sempre atentos às mudanças do mercado e do comportamento dos consumidores. E citou o recente lançamento da Piá: leite longa vida em embalagem com meio litro.

Régis, da Cotripal, reforçou que é preciso fazer análise das tendências de mercado e que a cooperativa deve ser interessante para o associado. “Planejar cooperativamente compreende o uso de ferramentas modernas na articulação do coletivo em busca das necessidades individuais”.

Régis, gerente de Comunicação e Marketing da Cotripal; Rech, presidente da Unimed VTRP, e Hansen, superintendente da Cooperativa Piá

O impacto do Decreto 6.514/2008 (Reserva Legal) nas propriedades rurais

A terceira mesa redonda abordou o decreto que deve entrar em vigor em dezembro deste ano. Prevê que todas as propriedades rurais destinem 20% da área para reserva legal e que essa reserva seja averbada na matrícula no imóvel junto ao Registro de Imóveis. Caso contrário, o proprietário poderá ser penalizado com multa.

O assunto foi discutido por Ricardo Núncio, assessor técnico da Federação das Cooperativas Agropecuárias do RS (FecoAgro), e Gilberto Antônio Piccinini, presidente da Cosuel, cooperativa de suinocultores de Encantado, com mediação de Derli Schmit, coordenador técnico do Sistema Ocergs-Sescoop/RS. Eles chamaram atenção para o fato de que não são consideradas reservas legais as Áreas de Preservação Permanente (APP). E manifestaram a preocupação com essa legislação, que deve provocar uma redução na produção de alimentos, no Produto Interno Bruto (PIB) gaúcho e na geração de empregos.

Piccinini, presidente da Cosuel; Schmit, coordenador técnico do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, e Núncio, assessor técnico da FecoAgro/RS

 

 

 

 

 

 

 

 

Aspecto jurídico do ato cooperativo e do ato não cooperativo

O assessor jurídico da Federação das Unimeds do RS, Marco Túlio De Rose, encerrou o fórum com a palestra Aspecto jurídico do ato cooperativo e do ato não cooperativo. Entre outros pontos, explanou sobre a tributação diferenciada para os atos cooperativos, uma vez que estes visam a socialização dos resultados com os associados. “Esta é uma questão de sobrevivência para as cooperativas. Lutar para a manutenção deste tipo de ato na legislação é uma tarefa de todo cooperativista”.

Assessor jurídico da Federação das Unimeds do RS, Marco Túlio De Rose

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Participação

Pelo segundo ano consecutivo Deise Araújo, de Taquari, participou do fórum. Desta vez foi acompanhada de um grupo com mais cinco colegas da cooperativa Certaja. “Foi muito bom por que pudemos nos informar sobre o que está acontecendo no setor. Em geral, os problemas das cooperativas são os mesmos, mas em proporções diferentes”, comentou ela. Leandro André Hoerlle, da cooperativa Certel, de Teutônia, frisou a troca de experiências e a oportunidade dos participantes poderem expressar suas necessidades como associados.

Representantes de cooperativas de diversas regiões do Estado participaram do evento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Acesse o conteúdo das apresentações:

> Fidelização e qualificação de associados/cooperados

Dirceu Bayer, presidente da Languiru

Vergílio Frederico Perius, presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS

> Planejamento estratégico em cooperativas

José Mário Hansen, superintendente da Cooperativa Piá

Marco André Régis, gerente de Comunicação e Marketing da Cotripal

> O impacto do Decreto 6.514/2008 (Reserva Legal) nas propriedades rurais

Ricardo Núncio, assessor técnico da Federação das Cooperativas Agropecuárias do RS (FecoAgro)

Gilberto Antônio Piccinini, presidente da Cosuel

> Aspecto jurídico do ato cooperativo e do ato não cooperativo

Marco Túlio De Rose, assessor jurídico da Federação das Unimeds do RS

Categoria: Unimed VTRP