Campanha Atitude na Veia aumenta em 23% doações...

Lives: entretenimento e qualidade de vida para a...

Unimed VTRP conquista nota máxima no IDSS pelo...

Campanha Atitude na Veia aumenta em 23% doações de sangue na região

Campanha da Unimed VTRP e do Instituto Unimed VTRP estimulou doações durante a pandemia; alerta para mobilização da comunidade segue valendo

10 de julho de 2020

As comunidades dos vales do Taquari e Rio Pardo deram um grande exemplo de solidariedade durante a pandemia. Durante os meses de maio e junho, durante a realização da campanha Atitude na Veia, o número de doações de sangue aumentou em 23% nos hemocentros de Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires e Lajeado, em comparação com os meses anteriores deste ano.

No total, foram 418 doações a mais do que em abril. Como cada doação ajuda até 4 pessoas, a estimativa de impacto da campanha Atitude na Veia é de 1600 pessoas.

Durante os meses da campanha, cada pessoa que realizava uma doação, recebia uma máscara de tecido exclusiva da Unimed. A Cooperativa Médica divulgou no período também conteúdos de conscientização em suas redes socias e canais oficiais, estimulando a doação responsável. Estes conteúdos seguem ativos no endereço www.unimedvtrp.com.br/atitudenaveia.

Participaram da ação o Hemovida (Santa Cruz do Sul), Vitall (Venâncio Aires) e Hemovale (Lajeado). A campanha foi uma realização da Unimed VTRP e do Instituto Unimed VTRP, e fez parte das iniciativas cadastradas no Dia de Cooperar do Sescoop-RS.

Conforme o analista dos processos e projetos de sustentabilidade da Unimed VTRP e do Instituto Unimed VTRP, Cleimar dos Santos, campanhas que articulem parcerias com as entidades dos municípios da nossa região são fundamentais neste momento.

“A campanha Atitude Na Veia é um exemplo destas iniciativas, que conectam pessoas e instituições. Nosso objetivo é ajudar a desenvolver e cuidar das comunidades onde estamos inseridos. Este também é um dos propósitos do cooperativismo, um sistema que está sempre disposto e aberto para colaborar com a sociedade”, afirma Santos.

Quem puder, deve seguir doando!

Com a menor circulação de pessoas pelas cidades, os hemocentros de Lajeado, Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires seguem enfrentando um grande desafio durante a pandemia da Covid-19. Por isso, mesmo com o fim da campanha Atitude na Veia, é importante que, quem puder doar, compareça sempre que possível aos hemocentros.

Para efetuar a doação, é necessário que as pessoas estejam saudáveis, sem Covid-19 e em bom estado de saúde.

Importante: durante a pandemia todas as doações devem ser agendadas. Clique aqui, e veja como realizar os agendamentos nos hemocentros da região.

Requisitos básicos para doação de sangue:

  • Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos
  • Que estejam pesando mais de 50 quilogramas
  • Que tenham dormido bem, se alimentado e estejam em boas condições de saúde no dia da doação
  • E que apresentem documento de identificação com foto (RG, CNH, etc)

Importante ressaltar que todos os candidatos passam por medição de temperatura e pelos processos normais de triagem realizados normalmente pelos hemocentros antes de qualquer doação de sangue.

Cuidados especiais durante a pandemia

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Saúde divulgaram recentemente critérios adicionais para a triagem de doadores de sangue durante a pandemia do Coronavírus.

Até o momento, não há evidências de que o vírus seja transmitido via transfusional, por isso, a ação é preventiva e vem sendo adotada por todos os bancos de sangue e pelos doadores no Brasil.

Os critérios adicionais são:

  • As doações devem acontecer com agendamento prévio, para evitar aglomeração
  • Doadores e profissionais devem utilizar álcool gel durante as etapas do processo
  • A distância mínima de 1,5 metro entre as pessoas deve ser observada nos locais
  • Candidatos que apresentaram infecção pela Covid-19 serão considerados inaptos por um período mínimo de 30 dias
  • Candidatos que tiveram contato direto (domiciliar ou profissional) com casos suspeitos ou confirmados de contaminação pelo Novo Coronavírus devem aguardar 14 dias após o último dia de contato, para realizar a doação de sangue
  • Profissionais da saúde (médicos, enfermeiros entre outros) que tiveram contato direto (domiciliar ou profissional) com pacientes devem aguardar 14 dias após o último dia de contato, para realizar a doação de sangue.