Câncer de mama: como me prevenir? Saúde do Homem e da Mulher

Diabetes gestacional: como evitar? Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Outubro Rosa: foco na saúde da mulher como um... Saúde do Homem e da Mulher

Animais de estimação podem trazer mais felicidade para o seu lar

23 de junho de 2015

As crianças pedem insistentemente por um cãozinho de estimação e você está em dúvida se atende ao pedido? Saiba que abrir a casa para estes bichinhos pode não só deixar o ambiente mais alegre como também melhorar o relacionamento entre a família. Além dos benefícios para os adultos, ter um animal de estimação pode auxiliar no desenvolvimento social e emocional das crianças. Quem reforça essa tese é a médica infectologista da Unimed VTRP em Santa Cruz do Sul, Cristiane Pimentel Hernandes. “É indiscutível o aumento do bem-estar proporcionado pela companhia de um animal de estimação. A presença leva à melhora da imunidade por aumento de imunoglobulinas, diminuindo a chance de infecções virais e bacterianas, que causam principalmente doenças respiratórias na criança”, explica. Blog Unimed_Menino e cão E os benefícios não param por aí. A autonomia dos pequenos passa a ser desenvolvida por meio da responsabilidade que a criança terá ao cuidar do seu animalzinho. Além disso, sentimentos como afetividade, alegria, frustração e respeito também se desenvolvem neste convívio. O animal ainda pode trazer a experiência da perda. Dessa forma, a criança aprenderá sobre o ciclo da vida. Porém, o acompanhamento dos adultos nesse contato com os animais torna-se essencial. Crianças muito pequenas não sabem distinguir o seu bichinho de pelúcia do animalzinho de estimação e, por isso, podem machucá-lo ao apertar demais, jogar para o alto ou mesmo bater para recriminar algo que o animalzinho tenha feito de errado. Blog Unimed_Pets Por isso, é importante estimular o contato das crianças com os animais, desde que sejam respeitadas algumas orientações como, por exemplo, o entendimento da criança sobre o que é o animal e os seus limites, para evitar maus-tratos e para que a criança também se sinta responsável pelo bichinho. É preciso lembrar que o animal exige muitos cuidados e demanda recursos financeiros e de tempo. Muitos pais se questionam sobre os riscos de alergias com a presença de um bichinho em casa. Para acabar com a dúvida, a infectologista afirma que pesquisas revelam que aquelas crianças que convivem nos primeiros anos de vida com animais de estimação estão menos propensas a desenvolver alergia, pois o seu sistema imunológico já está “acostumado” com os agentes alergênicos encontrados nos animais. Blog Unimed_animal e criança “Existe uma quantidade de estudos mostrando que crianças que têm contato com animais desde pequenas toleram mais as reações alérgicas. Em especial, um estudo conduzido na Alemanha acompanhou três mil crianças do nascimento aos seis anos de idade e revelou que aquelas que conviviam com cachorro dentro de casa tinham menor risco de desenvolver alergia aos pelos, pólen, poeira e outros alergênicos inaláveis que aquelas que não tinham cachorro”, completa Cristiane.   Longe das doenças Para que tudo saia conforme o planejado e o contato da família com o cãozinho, gatinho, ou qualquer outro animal de estimação escolhido, seja o melhor possível, é importante sempre consultar um veterinário. Como alerta, a infectologista lista as zoonoses (doenças que são transmitidas dos animais para o ser humano) mais comuns: giardíase, pulga, toxoplasmose, leptospirose, brucelose, sarna, raiva e dermatomicoses. Blog Unimed_menino e gato Para evitar o contágio dessas doenças, selecionamos algumas dicas simples, que devem ser mantidas por todas as famílias que queiram um relacionamento saudável entre o pet e os integrantes da família:

  • Lavar as mãos após todo contato com o animal, com seus brinquedos, objetos em geral e suas secreções;
  • Trocar a água do prato/reservatório do animal diariamente;
  • Usar mosquiteiros nas janelas e repelentes sempre que possível;
  • Deixar os pátios limpos;
  • Manter as vacinas e os vermífugos em dia.

Com esses pequenos cuidados e com atenção, é possível ter uma ótima relação com seu bichinho de estimação. Aproveite momentos ótimos ao lado dele!  

Categoria: Atividade Física