Câncer de mama: como me prevenir? Saúde do Homem e da Mulher

Diabetes gestacional: como evitar? Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Outubro Rosa: foco na saúde da mulher como um... Saúde do Homem e da Mulher

Querida futura mamãe, não tenha medo

20 de março de 2014

  Uma mãe enviou um email a uma organização de apoio à Síndrome de Down, na Itália, a CoorDown, pois havia descoberto que seu filho tem a síndrome e ficou com medo em relação ao seu futuro. “Que tipo de vida meu filho vai ter?” A Saatchi & Saatchi italiana resolveu então fazer um vídeo, que também celebra o Dia Mundial da Síndrome de Down, dia 21 de março, no vídeo 15 jovens com a síndrome respondem à pergunta da mãe, mostrando que os desafios, alegrias e aprendizados vão acontecer, independente do filho ser Down ou não.  

Querida futura mamãe não tenha medo Blog Unimed VTRP 7

  A Síndrome de Down é causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células de um indivíduo. Isso ocorre na hora da concepção de uma criança. As pessoas com Síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos em suas células em vez de 46, como a maior parte da população. Essa síndrome não é uma doença, mas uma condição da pessoa associada a algumas questões para as quais os pais devem estar atentos desde o nascimento da criança. As crianças, os jovens e os adultos com Síndrome de Down podem ter algumas características semelhantes e estar sujeitos a uma maior incidência de doenças, mas apresentam personalidades e características diferentes e únicas. Se você é pai ou mãe de uma pessoa com Síndrome de Down, o mais importante é descobrir que seu filho pode alcançar um bom desenvolvimento de suas capacidades pessoais e avançará com crescentes níveis de realização e autonomia. Ele é capaz de sentir, amar, aprender, se divertir e trabalhar. Poderá ler e escrever, deverá ir à escola como qualquer outra criança e levar uma vida autônoma.  

Querida futura mamãe não tenha medo Blog Unimed VTRP 8

 

Categoria: Atividade Física