Ouvidoria   

5 receitas de lanches rápidos e fáceis para... Alimentação Saudável, Coronavírus, Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Preparamos dicas de séries, músicas e podcast Coronavírus, Saúde Emocional

Cuidados com a pele das crianças no sol e no... Atividade Física, Filhos e Gestação

O que é a SRAG?

Recentemente, com o aumento de casos de Covid e gripe no Brasil, a doença voltou a preocupar as autoridades de saúde

06 de janeiro de 2022

A Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) tem um conjunto de sinais e sintomas. As causas podem variar muito, envolvendo doenças, virus e bactérias. O diagnóstico é baseado nos sintomas do paciente no momento em que ele recebe algum atendimento.

É comum haver um quadro respiratório, geralmente com febre, evoluindo para sinais de desconforto respiratório e diminuição da saturação de oxigênio, com algum grau de comprometimento pulmonar.

Frequentemente, é um quadro que implica na necessidade de internação, muitas vezes em UTI, dependendo do grau de comprometimento.

Os tipos de vírus e bactérias que levam à SRAG variam de acordo com a época do ano. A maior incidência costuma ser do Vírus Sincicial Respiratório (VSR), que causa bronquiolite.

A diferença é que em adultos e crianças maiores, o VSR costuma causar apenas um resfriado enquanto em crianças menores, particularmente aquelas com menos de 2 anos — e mais especialmente os menores de 6 meses ou com fatores de riscos, como prematuridade, cardiopatia e Síndrome de Down —, pode se manifestar de uma forma mais intensa e grave.

Recentemente, com o aumento de casos de Covid e gripe no Brasil, a doença voltou a preocupar as autoridades de saúde. Por isso, previsa-se! E em caso de sintomas suspeitos, procure atendimento imediatamente.

Entenda melhor a SRAG:

E o que eu devo fazer se tiver qualquer sintoma de gripe, Covid ou dengue?

A orientação para os clientes dos planos de saúde da Unimed VTRP é para que façam imediatamente contato com o PA Virtual 24h Unimed.

Para entrar em contato com serviço de telemedicina da Unimed VTRP, basta acessar unimedvtrp.com.br/pavirtual e seguir o passo-a-passo.

E quais cuidados quem já teve ou quem ainda não Covid-19 deve manter?

As medidas básicas de proteção devem ser seguidas por todos, inclusive para quem já passou pela doença. O ideal é seguir as 8 regras de ouro da prevenção pois elas diminuem MUITO o risco de alguém ser infectado. São elas:

  1. Usar sempre máscara quando estiver fora de casa.
  2. Respeitar o distanciamento físico mínimo de 1,5m das outras pessoas.
  3. Lavar as mãos frequente, e se isso não for possível, usar ácool em gel.
  4. Não participar de aglomerações.
  5. Manter ambientes bem ventilados e arejados.
  6. Isolar-se imediatamente e procurar orientação médica por telemedicina caso apresente sintomas de resfriado ou gripe, como febre e tosse seca.
  7. Vacinar-se com a primeira, segunda ou terceira dose quando chegar a sua vez.
  8. Não passar adiante notícias falsas, as Fake News, para nenhuma pessoa.