Ouvidoria

Quero Consulta Unimed: Aplicativo facilita...

Campanha Atitude na Veia aumenta em 23% doações...

Lives: entretenimento e qualidade de vida para a...

Unimed VTRP oportuniza primeiro emprego por meio do Programa Aprendiz Cooperativo

Desenvolvido desde 2006, programa cumpre a Lei da Aprendizagem e permite o acesso qualificado dos jovens no mercado de trabalho

05 de setembro de 2014

Ingressar no mercado de trabalho, receber subsídios para aprender, conquistar experiência e ter a chance de ser efetivado. Este é o sonho da maioria dos jovens que buscam iniciar a sua trajetória profissional. Com o objetivo de facilitar este contato com o primeiro emprego e desenvolver talentos, a Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) aposta, desde 2006, no Programa Aprendiz Cooperativo. Com duração de 22 meses, a iniciativa – voltada para estudantes que tenham entre 14 e 24 anos – oferece formação em auxiliar administrativo, conciliando aulas teóricas e práticas e contribuindo para o aperfeiçoamento destes jovens.

Atualmente a Cooperativa conta com 14 aprendizes, três deles PCDs (pessoas com deficiência), estimulando, acima de tudo, a inclusão e a igualdade de oportunidades. Além de representar uma chance para que o estudante possa consolidar uma carreira, o programa busca difundir os ideais cooperativistas. “O programa de aprendizagem permite que o jovem acumule saberes na sala de aula e coloque em prática o que aprendeu em situações reais, além de oportunizar o conhecimento da cultura da organização”, sintetiza Rosane Gobatto, gestora da área de Desenvolvimento Humano da Unimed VTRP.

Mais do que cumprir a Lei da Aprendizagem (que determina que todas as empresas de médio e grande porte contratem um número de aprendizes equivalente a um mínimo de 5% e um máximo de 15% dos seus funcionários cujas funções demandem formação profissional – ou seja, graduação), a Cooperativa demonstra que está preocupada com a permanência deste jovem no seu quadro de colaboradores, conforme explica Juliana Prass, da área de Desenvolvimento Humano. “O programa tem sido a porta de entrada de muitos profissionais na Unimed VTRP e buscamos estimular, todos os dias, o desenvolvimento destes aprendizes. Nossa ideia é formar os profissionais baseados nas vivências dentro da Cooperativa”, reforça. De 2006 até hoje, 108 aprendizes participaram do programa e, destes, 23 foram efetivados, além de outros contratados como estagiários, o que representa cerca de 30% de aproveitamento. Muitos deles seguem atuando nas mais diversas áreas da Unimed VTRP.

 


Jheniffer iniciou como aprendiz, foi efetivada, e hoje atua na Secretaria da Unimed VTRP em Lajeado

Das vagas gerais de emprego abertas em 2014, seis jovens tiveram seu trabalho reconhecido e foram contratados pela Cooperativa. Jheniffer Otilia Costa, 17 anos, faz parte deste grupo. Ela foi contratada como aprendiz em 2013 e, após a primeira experiência, viu seu sonho de conseguir um emprego ser realizado. “Ao término do contrato, consegui uma vaga temporária como auxiliar administrativa, por sete meses. Após, continuei como temporária por mais quatro meses. Desde o meu ingresso ao programa até hoje, percebo que aprendi diferentes processos que me possibilitaram muitas descobertas e, a cada dia, apresentam uma nova chance de continuar evoluindo com os desafios”, destaca Jheniffer. “O Aprendiz Cooperativo me fez crescer como pessoa e profissional, pois me proporcionou uma experiência insubstituível. Foi a chance de mostrar meu potencial e de conseguir entrar no mercado de trabalho”, comemora a jovem, que hoje atua como colaboradora efetiva na Secretaria da sede, em Lajeado.

Karoline Bianca Kessler, 16 anos, faz parte do grupo de aprendizes desde fevereiro de 2014 e atua na área de Saúde Ocupacional da Cooperativa em Santa Cruz do Sul. Por meio do programa, a jovem vem adquirindo experiência e reconhece que este é apenas o primeiro passo para futuras conquistas profissionais. “Trabalhar na Unimed é a maior oportunidade que eu já recebi, tanto para meu crescimento profissional quanto pessoal. Aprendo muitas coisas e adoro isso, porque assim sinto que quando alguém precisar, eu poderei ajudar com tranquilidade. Todos me ensinam algo de alguma maneira e sempre estão dispostos a me ajudar quando preciso, dessa forma, me sinto pronta para novos desafios. Sou muito grata por essa oportunidade”, destaca Karoline. Ela espera, em breve, fazer parte do quadro de funcionários da Cooperativa de forma efetiva. “Essa é a minha primeira experiência e, com certeza, tudo o que já aprendi na Unimed vou levar para o meu crescimento. Estou dando o meu melhor e espero continuar trabalhando aqui”, sublinha.

 


Karoline atua como aprendiz em Santa Cruz do Sul e destaca que este é o primeiro passo para futuras conquistas profissionais

O que diz a Lei
O Programa Aprendiz Cooperativo, desenvolvido pela Unimed VTRP, cumpre a Lei Nacional da Aprendizagem. Ela determina que todas as empresas de médio e grande porte contratarem adolescentes e jovens. De acordo com a legislação, a cota de aprendizes é calculada sobre o total de empregados cujas funções exijam formação profissional, cabendo ao empregador, dentro dos limites fixados, contratar o número de aprendizes que melhor atender às suas necessidades. Desta forma, estabelecimentos de qualquer natureza, que tenham pelo menos sete empregados, são obrigados a contratar aprendizes.

Quero ser um aprendiz
Para participar do Programa Aprendiz Cooperativo é necessário ter entre 14 e 24 anos e cursar o Ensino Médio ou Superior. É obrigatório possuir carteira de trabalho sem nenhuma experiência. Além do salário compatível com a função, a Unimed VTRP oferece benefícios aos aprendizes como o vale alimentação e vale transporte. Interessados podem entrar em contato com a área de Desenvolvimento Humano, através do telefone (51) 3714-7125.

Categoria: Unimed VTRP