Ouvidoria

Quero Consulta Unimed: Aplicativo facilita...

Campanha Atitude na Veia aumenta em 23% doações...

Lives: entretenimento e qualidade de vida para a...

Clientes da Unimed VTRP vão usar a biometria no processo de atendimento

Migração para o novo sistema já está ocorrendo em cinco municípios do Vale do Taquari

29 de dezembro de 2011

Nas próximas semanas, clientes da Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) que procurarem consultórios de médicos cooperados em Lajeado, Estrela, Arroio do Meio, Cruzeiro do Sul e Santa Clara do Sul poderão fazer o cadastramento de suas impressões digitais. A Cooperativa está trabalhando para uma informatização completa de seu processo de atendimento e o uso da biometria vai substituir, gradualmente, a atual senha do cartão magnético.

Depois de coletada a impressão digital do cliente na primeira vez que ele comparecer a um consultório habilitado, esta será a sua forma de acesso a todos os outros pontos de atendimento igualmente informatizados – laboratórios, clínicas de fisioterapia e diagnóstico por imagem e hospitais. “Essa mudança vai facilitar e agilizar o acesso do paciente, que não precisará memorizar ou ficar procurando sua senha. Ou ainda, muitas vezes, ligar para o SAC para obter esta informação”, explica o vice-presidente da Unimed VTRP, Aldo Pricladnitzki.

Outra novidade é a possibilidade de o histórico de atendimento do paciente ser armazenado no sistema. Assim, se cliente autorizar o acesso do médico, este poderá obter informações sobre consultas e exames realizados. Segundo Pricladnitzki, essa ferramenta deverá contribuir para uma melhora na qualidade da assistência médica, agilizando o diagnóstico médico.

O novo sistema está sendo implantado, por etapas, nos 670 pontos de atendimento espalhados pelos 59 municípios da área de abrangência da Cooperativa Médica, vales do Taquari e Rio Pardo e região do Jacuí. A meta da organização é, até o final deste ano, habilitar todos os médicos cooperados, secretárias e atendentes desses locais para o uso da biometria – como forma de acesso ao sistema – e também cadastrar os mais de 180 mil clientes da Unimed VTRP.

Redução no consumo de papel

O supervisor da área de Tecnologia da Informação da Cooperativa, Daniel Hallmann, informa que as guias impressas de autorizações devem sair de circulação no processo de atendimento. “Quando o médico requisitar algum exame de laboratório, por exemplo, o paciente não receberá nenhum documento em papel. Ao chegar neste prestador de serviço, o cliente fornecerá sua impressão digital e o atendente conseguirá visualizar no sistema todos os exames solicitados”, explica.

Com essa informatização completa do processo de atendimento haverá uma redução no consumo de papel, o que deve chegar a aproximadamente 5 toneladas por ano. Assim, a Cooperativa mantem suas ações sustentáveis, adotadas há muitos anos mas que ganharam destaque especial no ano passado, quando a Unimed VTRP completou 40 anos de atividades.

Saiba mais

– A impressão digital (biometria) substituirá a senha do cartão, mas não o cartão Unimed. Ele é o documento que identifica a pessoa como cliente.
– Até o final deste ano a senha do cartão continuará valendo em pontos de atendimento que utilizem o sistema atual, até que estes também migrem para o novo.
– Em alguns casos não será possível o uso da identificação biométrica. Pessoas com menos de 6 anos ou com mais de 75 anos, além daquelas que em decorrência do exercício da profissão tenham a pele dos dedos desgastada, poderão usar apenas o cartão, sem precisar de senha ou de identificação biométrica.
– O cliente da Unimed VTRP que tiver um plano com abrangência nacional e precisar de atendimento em outra região que não possui identificação biométrica, terá assistência apenas apresentando o cartão.
– Outras informações podem ser obtidas na Unimed VTRP, pelo 0800 051 1166 (SAC 24 horas).

Categoria: Unimed VTRP