Ouvidoria

Unimed VTRP conquista nota máxima no IDSS pelo...

Quero Consulta Unimed: Aplicativo facilita...

Campanha Atitude na Veia aumenta em 23% doações...

Aumento de casos mobiliza Santa Cruz contra AIDS

Unimed VTRP adere ao Dia Mundial de Prevenção

26 de novembro de 2012

Um aumento de 22% nos registros de casos de AIDS no período de um ano. Essa é a realidade atual de Santa Cruz do Sul. E a situação pode ser ainda mais grave. Afinal, parte dos infectados pela doença só vão descobrir anos mais tarde, por falta da busca pelos exames. A procura só ocorre quando a saúde já está debilitada e a doença apresenta seus primeiros sinais. Para lembrar a importância da prevenção, a Praça Getúlio Vargas será palco de um evento espacial no sábado, 1º de dezembro, Dia Mundial de Prevenção contra a AIDS. A Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) participará com uma equipe do Espaço Vida e profissionais que abraçarão a luta contra a doença, com orientações e atividades planejadas para a data. “A informação é o melhor instrumento contra a AIDS. A prevenção salva vidas”, destaca a infectologista Dra. Cristiane Pimentel Hernandes Machado, médica cooperada da Unimed VTRP e que participa da ação. “É uma doença que não escolhe classe social, religião, idade e sexo”, completa.

Contrariando a tendência nacional de manutenção da taxa de incidência, Santa Cruz do Sul registrou um aumento nos casos no último ano. Enquanto em 2011 foram 71 novos pacientes, em 2012 já foram cadastrados 87. Ao todo, os registros apontam um grupo de quase 900 pessoas contaminadas em acompanhamento.

Atualmente, o Rio Grande do Sul é o Estado com maior número de notificações no Brasil. O maior problema é o estágio em que a doença é descoberta. A maioria não é de casos novos de HIV positivo, mas sim de pessoas que estão contaminadas há mais de cinco anos e só fizeram o exame porque estão em um grau debilitação avançado.

Um grande aumento foi registrado no número de gestantes contaminadas: de uma média entre três e cinco grávidas em acompanhamento, o registro saltou para 15 este ano. Ou seja: três vezes mais.

DATA – O dia primeiro de dezembro foi escolhido como o Dia Mundial de Prevenção contra a AIDS, doença transmitida por contato entre o sangue contaminado e o sangue não contaminado.

A sigla AIDS significa síndrome da imunodeficiência adquirida, mas sua origem vem do inglês (Acquired Immunodefiecience Syndrome).

A data foi instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas) para ser um dia de batalha contra a doença, visando mobilizar a opinião pública sobre a gravidade da AIDS, além de amenizar o preconceito sofrido pelos portadores do HIV, o vírus causador da doença.

No Brasil, a data foi estabelecida desde 1988, a fim de alertar a população sobre as formas de transmissão da doença e os avanços dela pelo país.


José Ribeiro

Categoria: Unimed VTRP