10 fatos interessantes sobre amamentação Filhos e Gestação

Jeito de Cuidar Unimed VTRP: A história da... Filhos e Gestação

Vamos falar sério sobre hábitos saudáveis e... Saúde do Homem e da Mulher

Iniciativa transforma a linguagem de sinais em sons

10 de julho de 2015

A linguagem de sinais se utiliza de gestos, sinais e expressões faciais e corporais, em vez de sons. Ela é utilizada por deficientes auditivos para a comunicação entre eles e entre surdos e ouvintes. Os gestos são universais, porém, cada país possui sua própria estrutura. No Brasil, ela é chamada de Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), e é considerada a segunda língua oficial do país. Cerca de 70% dos surdos tem dificuldade em ler e escrever a língua escrita de seu país, pois a experiência de comunicação dessas pessoas é extremamente visual. Dessa forma, a maioria das pessoas surdas depende exclusivamente da Língua de Sinais para se comunicar e obter acesso à informação.   Blog Unimed VTRP Luva Interpreta Libras   Mas, e quem não conhece Libras, como se comunica? Pensando em uma forma de ajudar a comunicação entre surdos e ouvintes que não conhecem a linguagem, alguns aplicativos foram criados no Brasil e vêm ganhando mais adeptos a cada dia, seja nos celulares, smartphones ou mesmo em diversos sites. O ProDeaf é um conjunto de softwares capazes de traduzir texto e voz de português para Libras, com o objetivo de permitir a comunicação entre surdos e ouvintes. As soluções foram desenvolvidas para que as empresas possam promover acessibilidade e inclusão social a seus clientes e colaboradores. Já a Hand Talk realiza tradução digital e automática para Língua de Sinais, utilizada pela comunidade surda. A solução oferece ferramentas complementares ao trabalho do intérprete para auxiliar a comunicação entre surdos e ouvintes. Ela é comandada por um simpático intérprete virtual, o Hugo, personagem 3D que torna a comunicação interativa e de fácil compreensão. Baixe e experimente!   Iniciativa inovadora Pensando numa forma de ajudar os deficientes auditivos, os pesquisadores Miguel Félix Mata e Helena Luna García, do Instituto Politécnico Nacional (IPN), no México, desenvolveram um protótipo que, através de um aplicativo, transforma os movimentos feitos na linguagem de sinais em texto e sons. O aplicativo é, na verdade, uma luva que detecta os movimentos realizados pelo usuário com a mão e os associa com as 26 letras do alfabeto. “São formadas palavras e frases transmitidas a um dispositivo com o aplicativo pré-carregado, que mostra e lê os sinais das pessoas que usam a luva e querem transmitir uma mensagem”, explicou Luna García à Agência Efe.   Blog Unimed VTRP Luva Libras   Ainda segundo a pesquisadora, para saber se os dedos estão abertos ou fechados foi utilizado um inovador material empregado na construção de tecnologia para vestimentas, um fio condutor feito à base de aço, mais grosso que o fio convencional de algodão. A base da luva foi feita à mão com poliéster e nylon, inclui molas e sensores para dar-lhe força, com a finalidade de que sigam a estrutura pelas mãos. Uma vez que a mensagem chega ao dispositivo, esta é reproduzida em voz e a pessoa que fala com o usuário da luva pode escutar o que este quer dizer-lhe. É a tecnologia sendo utilizada para facilitar a comunicação e aproximar as pessoas.  

Categoria: Atividade Física