Câncer de mama: como me prevenir? Saúde do Homem e da Mulher

Diabetes gestacional: como evitar? Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Outubro Rosa: foco na saúde da mulher como um... Saúde do Homem e da Mulher

Documentário propõe vida melhor para 250 milhões de meninas

22 de junho de 2013

  Já somos mais de 7 bilhões neste mundo. Desses, cerca de 1,2 bilhão são adolescentes com idades entre 10 e 19 anos. Desses, metade, 600 milhões, são do sexo feminino. Dessas, 250 milhões, ou um Brasil inteiro mais cinco cidades de São Paulo, vivem na pobreza em países subdesenvolvidos, de acordo com o levantamento Girls Discovered. Em 2010, uma equipe de produtores e diretores da emissora norte-americana ABC News decidiu mostrar essa realidade para o mundo e esse objetivo acabou de ser atingido com a conclusão do documentário Girl Rising. A produção é fruto do projeto 10×10, conduzido pelo premiado time de jornalistas do The Documentary Group. O documentário conta a história de vida de 10 meninas de 10 diferentes países: Afeganistão, Camboja, Egito, Etiópia, Haiti, Índia, Nepal, Peru, Serra Leoa e Uganda. As personagens, entretanto, não são garotas comuns. Elas são ícones da luta feminina por melhores oportunidades de vida através da educação. “O 10×10 usa o poder de contar histórias e a mídia para fornecer a milhões de pessoas as ferramentas para construir mudanças para as meninas ao redor do mundo”, afirma Tom Yellin, presidente do The Documentary Group. O portal do projeto funciona também como um posto de coleta de doações para essa causa. O valor mínimo de contribuição é US$ 30, suficiente para a compra de um uniforme escolar para uma garota. Com US$ 50, é possível pagar as taxas escolares para uma adolescente por um ano. Com US$ 100, já dá para comprar mesas e cadeiras. Girl Rising Blog Unimed  (1) Você também pode participar O lançamento do Girl Rising ocorreu no dia 7 de março, véspera do Dia Internacional da Mulher. Dirigido por Richard E. Robbins, o documentário conta com a narração de personalidades mundialmente conhecidas, como Meryl Streep, Alicia Keys e Selena Gomez. Qualquer pessoa pode exibir o filme. Basta acessar esta página, preencher seus dados pessoais e data e horário da sessão. As informações serão analisadas pela equipe de divulgação do documentário e você receberá um email com o link para a página de exibição. Aí é só convidar os amigos através da campanha #WhereIsGirlRising pelas mídias sociais e pronto. Você também fará parte desse projeto!

Girl Rising Blog Unimed  (2)Girl Rising Blog Unimed  (6)Girl Rising Blog Unimed  (7)I

Via As Boas Novas.  

Categoria: Atividade Física