Ouvidoria

5 receitas de lanches rápidos e fáceis para... Alimentação Saudável, Coronavírus, Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Preparamos dicas de séries, músicas e podcast Coronavírus, Saúde Emocional

Cuidados com a pele das crianças no sol e no... Atividade Física, Filhos e Gestação

Dia da Imunização: a importância de manter todas as vacinas em dia

Esta orientação vale para quem já teve Covid e para quem não teve a doença

15 de junho de 2021

Cuidar da imunidade é de extrema importância e, na semana em que se comemora o Dia da Imunização, lembrado em 09/06, a atenção deve ser redobrada. O ideal é manter todas as doses de vacinas em dia, mesmo durante a pandemia. É claro que, para algumas pessoas isto será mais difícil, e deve ser avaliado casoa a caso. Mas, se tiver condições, siga corretamente o calendário de vacinas.

Esta orientação vale para quem já teve Covid e para quem não teve a doença!

De acordo com a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), as vacinas são poderosas ferramentas para controlar e eliminar doenças infecciosas que ameaçam a vida.

Quem não manter o calendário vacinal corre riscos individuais e coletivos, pois uma pessoa desprotegida pode aumentar o número de pessoas suscetíveis às doenças evitáveis, o que pode acarretar em uma sobrecarga ainda maior ao sistema de saúde.

Resumindo: vacinar-se é um ato de amor ao próximo e um dever de todos os cidadãos.

Para ter um sistema imunológico saudável, deve-se manter uma rotina de hábitos saudáveis, que implica em alimentação rica em nutrientes e micronutrientes, rotina de exercícios adaptados ao isolamento social, meia hora de sol por dia, evitar o tabagismo e o consumo de álcool, combater a depressão por meio de práticas meditativas, música, arteterapia, entre outras possibilidades.

As vacinas estimulam a produção das defesas do organismo por meio de anticorpos específicos. Assim, elas ensinam o corpo humano a se defender de forma eficaz. Quando o “ataque” acontece de fato, o sistema de defesa é reativado por meio da “memória” do sistema imunológico. É isso que vai fazer com que a ação inimiga seja muito limitada ou, como acontece na maioria das vezes, totalmente eliminada antes que a doença se instale.

Calendário vacinal

O Ministério da Saúde divulga anualmente o calendário vacinal completo. A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) criou um compilado que se adequa a todos os cidadãos brasileiros. Para ter acesso, clique na imagem abaixo. Ali estão listadas todas as vacinas necessárias, além das doses exatas e períodos em que é necessário de imunizar, do bebê ao idoso. Vacine-se!

E a vacina contra a Covid-19?

Fique sempre atento às informações da sua cidade. E quando chegar a sua vez, vacine-se! A imunização é a única maneira que realmente nos protege da doença. Se tiver alguma dúvida, como por exemplo quanto tempo depois de ter a doença você pode se vacinar, veja nosso especial sobre o tema em www.unimedvtrp.com.br/vacinascovid ou procure o seu médico de confiança. Só não pode deixar de se vacinar, combinado?

E quais cuidados quem já teve Covid-19 deve manter?

As medidas básicas de proteção devem ser seguidas por todos, inclusive para quem já passou pela doença. O ideal é seguir as 8 regras de ouro da prevenção pois elas diminuem MUITO o risco de alguém ser infectado. São elas:

  1. Usar sempre máscara quando estiver fora de casa.
  2. Respeitar o distanciamento físico mínimo de 1,5m das outras pessoas.
  3. Lavar as mãos frequente, e se isso não for possível, usar ácool em gel.
  4. Não participar de aglomerações.
  5. Manter ambientes bem ventilados e arejados.
  6. Isolar-se imediatamente e procurar orientação médica por telemedicina caso apresente sintomas de resfriado ou gripe, como febre e tosse seca.
  7. Vacinar-se quando chegar a sua vez.
  8. Não passar adiante notícias falsas, as fake news, para nenhuma pessoa.

No caso dos clientes Unimed VTRP, a consulta à distância deve ser feita no PA Virtual, por vídeo ou telefone.

Lembre-se sempre: o risco de infecção já ocorre na fase pré-sintomática (nos dois dias antes de apresentar sintomas), e se acentua nos primeiros sete dias de sintomas. Por isso, isoladamente voluntário e orientação médica são fundamentais para evitar a propagação da doença.

Categoria: Coronavírus