Coronavírus: sintomas suspeitos? Fique em casa e ligue para 0800 940 78 00. Clique aqui e saiba mais.

×

Saiba quais são as frutas da primavera Alimentação Saudável

Como armazenar o leite materno? Alimente seu... Filhos e Gestação

Atividade física: leve, moderada ou intensa? Atividade Física

Cuide da sua saúde em todas as idades

09 de abril de 2017

Cuidar da saúde é essencial em todas as idades. Você tem dúvidas sobre quais exames são necessários em cada fase da vida? Fizemos um passo a passo para lhe ajudar. Confira:  

Mulher aos 20 anos

A saúde feminina merece atenção. Aos 20 anos, com o fim da adolescência, é necessário realizar regularmente visitas ao ginecologista. Após a iniciação sexual, a mulher precisa se submeter ao exame Papanicolau, que é preventivo do colo do útero. Este deve ser feito anualmente. Com o início da vida adulta, também é preciso ficar atento com a postura. Corrigir hábitos errados pode evitar problemas futuros. Além disso, a prática de esportes pode fortalecer esta parte do corpo, bem como definir a musculatura. Para isso, corra, caminhe, nade, ande de bicicleta, dance ou realize atividades de seu interesse. Procure ter uma alimentação mais saudável e balanceada, evitando gorduras e refrigerantes. Embora no período dos 20 anos o corpo responda melhor a dietas, é necessário um cuidado redobrado para emagrecer. Se precisa perder peso, vale recorrer a um médico, aos exercícios e atentar ao que está comendo.   Blog Unimed VTRP Saúde da Mulher 20 anos  

Homem aos 20 anos

Este é um excelente período para adquirir hábitos saudáveis para a vida inteira. Nesta época o organismo responde rápido a dietas e exercícios. Boa hora para perder peso e entrar em forma. Estatísticas mostram que, aos 24 anos, uma em casa três pessoas com vida sexual ativa tem alguma doença sexualmente transmissível. Por isso, é importante ficar atento aos exames que detectam doenças como HIV e hepatite B. É necessário também prestar atenção ao câncer de testículo. Não há uma maneira de prevenir esse câncer, portanto, o ideal é ficar atento a qualquer alteração e fazer um autoexame sempre. Segundo especialistas, antes dos 20 anos os homens devem fazer apenas exames de rotina, como os de sangue e urina. No entanto, em casos de histórico familiar de doenças como obesidade, colesterol alto e hipertensão arterial, é necessário fazer exames com mais frequência. Por exemplo: controles de colesterol, triglicerídios, pressão arterial e circunferência abdominal.    

Mulher aos 30 anos

Aos 30 anos, as mulheres possuem muitos afazeres. Mesmo com a rotina corrida, é necessário dedicar alguns minutos para si. Além de ser relaxante, esse momento é capaz de melhorar a autoestima e a qualidade de vida. Afinal, é nessa idade que as mulheres, embora com o dia a dia corrido, sentem-se mais realizadas. Vale lembrar a importância de não se agitar demais. Isso causa ainda mais estresse, depressão e ansiedade. Procure o equilíbrio: respire fundo e resolva uma coisa de cada vez. Outro ponto importante é a prática de exercícios físicos. É bom para a mente e para o corpo, já que nesta fase ele perde menos calorias. Os exercícios auxiliam ainda na prevenção de doenças associadas a fatores hereditários. Cuide da sua pele para evitar a flacidez precoce. Procure sempre um dermatologista antes de utilizar qualquer cosmético. Ah, e por falar em médico, não esqueça de continuar visitando seu ginecologista regularmente, pelo menos duas vezes ao ano. Lembre-se também de fazer o autoexame das mamas. Comece a controlar os níveis de colesterol, triglicerídeos, hormônios e glicose, principalmente se há diabéticos entre os familiares mais próximos. Na linha do cuidado, é hora de prevenir contra a osteoporose, pois seus hábitos podem influenciar o surgimento da doença. Para tanto, tenha uma alimentação rica em cálcio, ingerindo couve, leite e derivados, e/ou brócolis.   Saúde Homem Blog Unimed VTRP 3  

Homem aos 30 anos

Tenha um médico de referência e faça consultas anuais. Realize exames de rotina solicitados pelo seu médico. Muitas doenças podem ser prevenidas com mudanças no estilo de vida. Exemplo: o nível elevado de colesterol é o maior responsável por ataques cardíacos e acidente vascular cerebral (AVC). Corrija hábitos errados de postura. Mais tarde eles podem comprometer seriamente sua coluna. É possível ganhar 15% da massa muscular com uma rotina de exercícios constantes. Após os 35 anos, ganham-se três quilos a cada década. Preserve seus ossos e músculos. Faça ginástica, consuma alimentos ricos em cálcio (leite e derivados) e em vitamina D (brócolis, couve e peixe). Faça o autoexame dos testículos: procure alterações e use os dedos polegares e indicadores para sentir inchaços e protuberâncias, que são usualmente do tamanho de uma ervilha. Ajuda fazer esse exame depois de um banho quente, quando o escroto está mais relaxado.  

Mulher aos 40 anos

Com esta idade, o ideal é reciclar seus conhecimentos. Atualize-se naquilo que gosta, viaje e divirta-se. Acima de tudo, cuide-se, pois nessa fase existe uma tendência maior a engordar. Procure controlar seu peso. Assim, você reduz as chances de diabetes e doenças do coração. Vale também a prática de exercícios físicos e, para isso, peça recomendação a um profissional. Não esqueça também de conversar com seu ginecologista sobre a menopausa, reposição hormonal e outras dúvidas. Todos os detalhes são importantes para prevenir doenças dessa fase, principalmente a mamografia. Segundo especialistas, um terço das mulheres desenvolve a osteoporose depois da menopausa, então exames de prevenção devem ser feitos após os 45 anos. Tenha uma alimentação rica em cálcio. Leite, verduras e peixes são uma boa alternativa. Cuide também da sua pele e procure não sair de casa sem filtro solar. Além disso, visite um cardiologista para ver como anda seu coração. Se a mulher for fumante, as visitas se tornam ainda mais importantes para o controle da saúde.   Blog Unimed VTRP Cuidados saúde feminina  

Homem aos 40 anos

A partir dessa idade deve-se realizar exames de próstata (toque retal e PSA – exame de sangue), exames cardiológicos, além de eletrocardiograma e teste de esforço em esteira (em alguns casos). Converse com seu médico para obter mais informações. Controlar o peso corporal é fundamental. A obesidade é um problema atual e está associada a diversas doenças como hipertensão arterial, diabetes e doenças do coração. Verifique sua pressão arterial. Uma leitura abaixo de 120×80 mmHg é desejável; acima de 140×90 mmHg é uma causa de preocupação! Evite sal e alimentos gordurosos. Mantenha uma alimentação rica em verduras, frutas e legumes e beba água regularmente (no mínimo dois litros ao dia). Mantenha a atividade física regularmente. A partir dessa idade, a perda de massa óssea é de 0,3% ao ano. Os ombros começam curvar devido a compressão das vértebras. Alterne o ritmo das caminhadas para não danificar as articulações. Visite periodicamente o seu dentista, pois existe uma ligação entre doença periodontal e os problemas cardíacos. Realize exame oftalmológico a cada dois anos ou conforme orientação médica.  

Mulher aos 50 anos

Nesta fase é essencial que o seu médico se torne um de seus melhores amigos. Começa a menopausa e você deve ter toda liberdade de tirar dúvida e conversar abertamente com ele. Outro especialista que deve ser visitado anualmente é o oftalmologista, principalmente se tiver casos de glaucoma na família. Faça exercícios regulares. Se possível, caminhe algumas horas todos os dias. Vai fazer bem para o seu humor, saúde e aparência. Alimente-se de forma saudável: pouca gordura e muitos alimentos ricos em fibras, ferro e cálcio. Além disso, com a chegada dos 50 anos, é hora de cortar todos os seus vícios. Principalmente o fumo e o álcool. Podem surgir algumas manchas na pele. Por isso, é essencial visitar o seu dermatologista periodicamente. Também submeta-se a exames de sangue pelo menos uma vez por ano. Verifique a glicemia, tireoide e hormônios, se necessário.   Blog Unimed VTRP Saúde Masculina  

Homem aos 50 anos

Nesta faixa etária é indicado consultar anualmente um urologista, realizar os exames de toque retal e PSA (exame sanguíneo). Adicione à sua dieta molho de tomate, melancia e goiaba. O licopeno, que dá pigmento vermelho aos alimentos, está associado à redução do risco de tumores na próstata. Com essa idade, a capacidade auditiva tende a diminuir, por isso, visite o seu otorrinolaringologista. O ritmo do metabolismo diminui, favorecendo o acúmulo de gordura. Por isso, acrescente fibras e gorduras poli-insaturadas (como salmão) para manter o bom colesterol. Nesta faze, o cérebro fica mais lento, devido a perda de 30 a 50 mil neurônios por dia. Deve-se incluir a ingestão de vitamina E, B6 e B12 para melhorar a memória e a coordenação motora.  

Mulher acima dos 60 anos

Busque momentos de lazer e valorize as horas de repouso. Procure também viver mais momentos com sua família e amigos. Cuide da sua mente e de seu corpo. Alimente-se de forma saudável. Com esta idade também é necessário um controle da função tireoidiana, além de ser uma idade crítica para o câncer de pele. Com a chegada dos 60 anos, é importante a vacinação, principalmente contra a gripe (influenza) anualmente, antipneumocócica e antitétano/difteria. Também é nesta época que a hipertensão começa a aumentar a sua frequência. Caso o colesterol ou a pressão arterial não sejam controlados com exercícios e dieta, procure um especialista.   Blog Unimed VTRP Saúde da Mulher 50 anos  

Homem acima dos 60 anos

Nesta faixa etária é importante a vacinação. Deve-se aplicar a vacina contra gripe (influenza) anualmente; vacina antipneumocócica e vacina antitétano/difteria. Faz-se necessário um controle da função da tireoide. Converse com seu médico de referência. Essa é uma idade crítica para o câncer de pele. Ao surgir qualquer pinta de formato assimétrico, procure um médico. Caso o colesterol ou a pressão arterial não sejam controlados com exercício e dieta, o seu médico fará a prescrição de medicamentos, sobretudo após os 70 anos. A cada 6 ou 12 meses deve ser realizado o teste de desenvolvimento de glaucoma. Converse com seu médico oftalmologista sobre testes mais frequentes e precoces, principalmente se você pertence a algum grupo de risco: negros, histórico familiar de glaucoma, lesão prévia nos olhos ou uso de corticoides.

Categoria: Atividade Física