imgTopo Contato separador btnPesquisa
Cuidar

Holandês cria tipografia para disléxicos

*Os disléxicos vêem geralmente as letras como figuras 3D, e o termo é definido como um transtorno que dificulta a aprendizagem, a escrita e a leitura. Christian Boer é ‘designer’ gráfico holandês e é disléxico. Decidiu criar uma tipografia especial destinada a facilitar a vida de pessoas com o mesmo problema.

O novo tipo de letra – o Dyslexie –, de acordo com um estudo independente da Universidade de Twente (Holanda), funciona mesmo. Os resultados foram confirmados após 21 alunos com dislexia testarem a nova tipografia – quando liam textos escritos, cometiam menos erros.

A ideia surgiu em 2008 e o primeiro passo foi tentar otimizar a tipografia de forma a ser eficaz para si e, depois de o ter conseguido, recrutou outros oito disléxicos desconhecidos para o ajudar. Depois, convidou-os a redefinir o formato das letras até que a leitura se tornasse mais fácil.

Um dos grandes problemas apontados é a semelhança entre as letras, como o “p” e o “q”, o “d” e o“b”, o “m” e o “n”, etc. Uma das características mais marcantes deste tipo de letra é um “peso”extra, acrescentado às suas pontas de modo a torná-las mais carregadas, o que, segundo Boer, pode ajudar significativamente no momento da leitura.

No entanto, Boer sublinha que a “Dyslexie” não é “uma cura, mas pode funcionar como uma espécie de cadeira de rodas”.

Via Ciência Hoje.
 

Envie o seu comentário para a Unimed VTRP




siteOficial ans
Todos os direitos reservados Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo 2018.
barraRodapeLink
Nossos Favoritos
Sobre a Unimed VTRP
Política de Comentários
Relatório de Sustentabilidade
Revista Unimed
;