10 fatos interessantes sobre amamentação Filhos e Gestação

Jeito de Cuidar Unimed VTRP: A história da... Filhos e Gestação

Vamos falar sério sobre hábitos saudáveis e... Saúde do Homem e da Mulher

Animais de estimação te ajudam a ser mais saudável

29 de abril de 2015

Sabemos que, ao adquirir um cão, nos comprometemos a dar-lhe amor, carinho e atenção. Em troca, recebemos um amor incondicional e um amigo para longa data. Você já pensou que além da companhia que os bichinhos oferecem todos os dias, os melhores amigos do homem podem auxiliar na melhoria da saúde e do bem-estar? E isso ocorre de uma maneira muito simples: o passeio diário com o cão pode ser facilmente transformado em atividade física, para dono e animal. A proposta é gratuita, fácil de ser incorporada no dia a dia e sem contraindicação. Com apenas 30 minutos diários de caminhadas, podemos melhorar a condição cardiovascular, fortalecer os músculos, prevenir a hipertensão, obesidade, diabetes e regular os níveis de colesterol, entre outros benefícios. E mais do que isso, os animais também melhoram sua condição de saúde. Independente da raça, porte ou idade, todos os cachorros devem se exercitar, desde filhotes até os mais velhinhos. As atividades físicas com seus companheiros de quatro patas devem ser regulares e sem pausas. Se o cãozinho faz as necessidades na rua, este período não deve ser considerado com uma caminhada. Assim como nós precisamos procurar orientações médicas antes das atividades físicas, o seu bichinho também precisa, pois passará a iniciar uma atividade física diferente de sua rotina habitual. Além disso, pode haver recomendações específicas para cada animal, principalmente se ele já tem alguma doença prévia.   Blog Unimed_VTRP_Cuidados_Saúde_Animais_Estimação   Se você for iniciar uma atividade física com seu animalzinho, comece com calma, respeitando os limites de cada um. O tempo e a intensidade da caminhada devem ser aumentadas de forma gradativa. Evite o sol forte e os períodos entre às 10h e às 15h. Também é importante a hidratação sua e dele, fazendo o ritmo diminuir se o bichinho ficar ofegante. Quando sair de casa, não esqueça de levar uma coleira e uma guia, para a sua segurança, de seu cão e também de outras pessoas que possam estar na rua. Se a opção for maior que 30 minutos de atividade física, lembre-se de que seu animal e você não podem ser principiantes. Ambos precisam possuir um bom condicionamento físico. Animais que praticam atividade física regularmente apresentam melhora no comportamento, se tornam mais dóceis e obedientes, além de desenvolver uma melhora na qualidade do sono e podem ter a sobrevida aumentada em 2 anos, o que para os donos, é uma enorme recompensa, pois terão mais tempo para praticar atividades físicas ao lado de seus bichinhos. Alguns estudos da Universidade Estadual de Michigan afirmam que os donos de cães que passeiam frequentemente com seu pet são mais ativos durante o dia daqueles que não têm. Os estudos também descobriam que pessoas mais velhas são mais propensas a fazer caminhadas regulares quando o companheiro de passeio é um canino, e não uma pessoa. Vale lembrar que possuir um cão não é garantia de atividade física. Alguns donos não andam com seus bichinhos e, consequentemente, ambos fazem menos exercícios que deveriam. Se você está neste grupo, comece aos poucos, com 10 minutos diários e vá aumentando gradativamente. Quando ver, já estará num bom tempo.   Blog Unimed_VTRP_Animais_Estimação   Longe dos problemas de saúde Aqueles que convivem com um animal de estimação em casa podem desfrutar de uma série de benefícios para a saúde física e mental. Diversos estudos apontam vantagens como amenizar a solidão, reduzir o estresse, a ansiedade e a depressão, incentivar o exercício físico e a diversão, promover interação social, além de dar e receber amor incondicional e carinho. Recentemente, pesquisadores começaram a explorar cientificamente os benefícios do vínculo entre homem e animal. Uma das razões para esses efeitos terapêuticos é os cães e gatos satisfazerem a necessidade humana básica do toque. Acariciar, abraçar, ou tocar um animal de forma amorosa pode rapidamente acalmar-nos quando estamos estressados ou ansiosos. A companhia de um animal de estimação também pode aliviar a solidão. E os cães podem ser um grande estímulo para o exercício saudável, o que pode aumentar substancialmente o seu humor. A American Heart Association tem associado o convívio diário com animais de estimação com a redução no risco de doenças cardíacas e uma maior longevidade. Outros estudos também sugerem que: 1 – Os donos de cães são menos propensos a sofrer de depressão do que aqueles sem animais de estimação; 2 – Pessoas com cães têm valores menores da pressão arterial em situações estressantes do que aqueles sem animais de estimação; 3 – Pessoas com hipertensão ao adotar um cão ou gato têm maiores chances de controlar o problema; 4 – Brincar com um pet eleva os níveis de serotonina e dopamina, o que acalma e relaxa; 5 – Pessoas com idade superior a 65 anos que têm um pet em casa fazem 30% menos visitas a seus médicos do que aqueles sem animais de estimação; 6 – O convívio com um pet reduz a agressividade e ameniza transtornos psiquiátricos. Cuidar de um animal pode ajudá-lo a fazer mudanças na rotina e ter um estilo de vida mais saudável. A cada dia novas descobertas vêm reforçar que nesta relação você e seu pet só têm a ganhar.  

Categoria: #CuidarDeVocê