Ouvidoria

Sou um desastre na cozinha… Por onde eu... Alimentação Saudável, Coronavírus

Alimentos que fortalecem a imunidade: você vai... Alimentação Saudável, Coronavírus, Outubro Rosa

Seu filho não quer comer? Como lidar? Alimentação Saudável, Coronavírus, Filhos e Gestação

A cidade se faz ao caminhar

26 de novembro de 2013

Walk Your City cidade se faz ao caminhar blog unimed vtrp 4   Tudo começou na cidade de Raleigh, no estado da Carolina do Norte, nos EUA. Numa madrugada de janeiro de 2012, um grupo de pessoas resolveu espalhar placas por toda cidade indicando rotas, caminhos, tempo de caminhada e lugares para se ver pelo espaço urbano. A metodologia foi chamada de “guerrilla wayfinding” (descobrir caminhos usando táticas de guerrilha, em tradução livre). A ideia era incentivar que os demais cidadãos se conscientizassem da cidade e passassem a ocupá-la caminhando. A ideia logo virou um projeto que, apoiado pela plataforma de financiamento colaborativo Kickstarter, se espalhou pelos EUA e pelo mundo. A Walk [Your City] (Ande [Sua Cidade]) disponibiliza um Construtor de Placas que, de forma fácil e intuitiva, permite que as pessoas criem sinais para serem distribuídos pela cidade. Em Raleigh, a instalação das placas virou política pública permanente. Segundo a página de Facebook do grupo, atualmente já são mais de 400 usuários, que criaram 1275 cartazes, em 35 países, nos 6 continentes.  

Walk Your City cidade se faz ao caminhar blog unimed vtrp 2

  Caminhar é preciso A motivação surgiu de um estudo que revelava que nos EUA, na década de 60, cerca de uma em cada quatro pessoas fazia uma caminhada de mais de 10 minutos por dia. Hoje, apenas uma em cada dez realiza o mesmo trajeto. A partir disso, o projeto se alicerça em três conceitos: inovação cívica, que promove a solução de problemas da sociedade a partir do diagnóstico cidadão; saúde social, que acredita que mais pés nas ruas, mais aceno de cabeça, significa mais senso de comunidade e segurança para todos; e por último, na sustentabilidade econômica, pois pessoas que caminham tendem a fazer mais compras em estabelecimentos locais. Para ser posta em prática, a plataforma do Walk [Your City] visa engajar três segmentos em potencial: os cidadãos, que podem se apropriar de seu espaço e melhorar sua cidade; as comunidades – escolares, ONGs e associações de bairro -; e as prefeituras e governos, que podem contratar os serviços como uma forma rápida de melhorar a vida pedestre na cidade. Além das placas, os fundadores do projeto realizaram uma série de intervenções, estudos e projetos para construir uma cidade mais amigável, transitável e pedestre. Confira aqui o site do Walk [Your City] e saiba mais.  

Walk Your City cidade se faz ao caminhar blog unimed vtrp 5

  Inspirados na ideia, estudantes de Porto Alegre criaram o Projeto Passo a Passo a fim de incentivar os moradores a utilizarem a caminhada como principal meio de deslocamento. A ideia consiste em arrecadar verba suficiente para instalar sinalizações nas ruas com foco nos pedestres.     Serão confeccionadas 400 placas, que indicarão o tempo gasto para fazer certo percurso a pé, e, para estimular a caminhada como forma de exercício, também será mostrada a quantidade de calorias gastas no trajeto. Para isto, o projeto está pedindo doações através da plataforma Catarse.  

Categoria: Atividade Física