Amamentar Talk: Participe do evento online e... Coronavírus, Filhos e Gestação

PCR ou teste rápido: qual a melhor alternativa... #CuidarDeVocê, Coronavírus

Afinal, por que temos alergias? Alimentação Saudável, Coronavírus

Você sabe reconhecer os sinais de alerta do câncer de pele?

É preciso ficar atento às pintas que não existiam até os 25 anos, pintas escuras, irregulares, que crescem e coçam, principalmente

13 de dezembro de 2019

Estamos no Dezembro Laranja, mês em que reforçamos a importância da prevenção a uma doença silenciosa, e muito grave para a nossa saúde: o câncer de pele. É a doença oncológica mais frequente no Brasil e no mundo. Por isso, a atenção plena e contínua com o próprio corpo é muito importante para não correr tantos riscos.

Um ensinamento importante é que nem todo câncer de pele é igual, mas a prevenção precisa ser a mesma para todos. Neste caso, quando falamos em prevenção, estamos falando em protetor solar. Ele é básico. Chapéus, camisetas e guarda-sol são itens fundamentais també, principalmente entre 10h e 16h. Mas o protetor solar é o item fundamental,

Sempre que surge alguma pinta diferente no corpo, a preocupação surge. No entanto, é preciso avaliar casoa a caso. As sardas, por exemplo, são marcas na pele que não se transformarão em câncer. É preciso ficar atento às pintas que não existiam até os 25 anos, pintas escuras, irregulares, que crescem e coçam, principalmente.

O ABCDE das pintas

Para entender bem os sinais de alerta, vamos conhecer a Escala ABCDE. Lembre-se: o corpo sempre dá sinais! Uma pinta que vai crescendo para o lado. Se isso acontecer, a pessoa precisa procurar um dermatologista o quanto antes, e é neste momento que a Escala ABCDE ajuda.

Pessoas com muitas pintas precisam fazer um mapeamento corporal, para saber qual pinta está crescendo. Fotos no celular podem ajudar, mas apenas o olhar do especialista pode fornecer um diagnóstico correto.

Veja os sinais de alerta para o câncer de pele melanoma:

Letra A (assimetria): se ao dividir a pinta ao meio os lados não forem iguais, quer dizer que são assimétricas e é um risco para pinta maligna. Se forem simétricas, a pinta é benigna.

Letra B (borda): bordas borradas e irregulares são sinais de alerta para pinta maligna.

Letra C (cor): pinta com mais de uma cor pode ser sinal de melanoma.

Letra D (dimensão): medir o diâmetro da pinta, se for maior que 6mm (corresponde à parte de trás do lápis) é preocupante para câncer.

Letra E (evolução): ficar atento às mudanças nas características da pinta: cor, tamanho. A dermatologista enfatiza: pinta de adulto não cresce! Se crescer é sinal de alerta.

Dica final: quando procurar o médico?

  • Qualquer mancha que surgiu e está em crescimento progressivo
  • Machucados que sangram e não cicatrizam
  • Pintas irregulares e que mudam de cor

Prevenção, sempre!