Amamentar Talk: Participe do evento online e... Coronavírus, Filhos e Gestação

PCR ou teste rápido: qual a melhor alternativa... #CuidarDeVocê, Coronavírus

Afinal, por que temos alergias? Alimentação Saudável, Coronavírus

Vitamina D é remédio contra a Covid-19? Não, mas ela é muito importante para nossa saúde!

Sol e vários alimentos ajudam na aquisição deste nutriente. Descubra aqui quais são!

17 de abril de 2020

Ela é popularmente chamada de vitamina do sol, e tem uma grande importância para nossa saúde. Além de fortalecer os nossos ossos, a vitamina D proporciona um aumento na absorção de cálcio pelo sangue, pode ajudar a nos proteger de vários tipos de doenças oncológicas, regula a insulina e aumenta a imunidade, ajudando a evitar infecções.

Recentemente, surgiu a informação de que ela também nos previne do Coronavírus. De fato, não é bem assim. Pesquisas recentes mostram que as pessoas com baixos níveis desse nutriente correm mais riscos de desenvolver infecções agudas de vias respiratórias, como a Covid-19. Então, não adianta correr na farmácia e comprar Vitamina D, que você não estará protegido contra a doença.

Aliás, isso é até um risco para a saúde. Conforme a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o uso excessivo da vitamina D pode causar problemas ao organismo.

Por isso, a melhor maneira de adquirir a vitamina ainda é por meio da exposição solar adequada. Veja como fazer isso de maneira segura nos quatro passos a seguir:

  1. O sol é responsável por 80% da formação da vitamina D necessária para o organismo. Por isso, é importante, sim, mesmo na quarentena, buscar um momento por dia para ficar eposto.
  2. A exposição solar de 15 a 20 minutos diários já é suficiente.
  3. O horário da exposição deve ser antes das 10 horas da manhã e depois das 4 horas da tarde
  4. Esta exposição pode ser realizada na sacada do apartamento ou no pátio de casa, ou em uma janela. Não é necessário ir para a rua para buscar o sol.

VITAMINA D TAMBÉM NO PRATO

Vários alimentos ajudam na aquisição de vitamina D. Listamos aqui os com maior taxa da substância:

  • Peixes, como salmão, sardinha e atum
  • Gema de ovo,
  • Bife de fígado,
  • Cogumelos
  • Queijos e leites

ALERTA PARA SUPLEMENTOS

Conforme o Ministério da Saúde, todo e qualquer suplemento só deve ser ingerido por indicação médica. Com o avanço do Novo Coronavírus, muitas pessoas têm feito uso indiscriminado do nutriente.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Denizar Vianna, chamou a atenção para os riscos do consumo da vitamina sem prescrição médica.

“Se o indivíduo usar quantidade excessiva de vitamina C, ela é eliminada pela urina, mas isso não acontece com as vitaminas D, A e K, chamadas de lipossolúveis. Elas podem se acumular no organismo. Se há uma carência, o médico vai orientá-lo em relação a isso. A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia já se posicionou em relação a isso, de que não há uma recomendação para vitamina D e que seu uso indiscriminado pode gerar danos”, alertou em entrevista concedida no dia 13/04.

Por isso, a nossa dica final é: prefira buscar a vitamina D no sol ou nos alimentos. Suplementos, somente com indicação médica!

Categoria: #CuidarDeVocê