Câncer de mama: como me prevenir? Saúde do Homem e da Mulher

Diabetes gestacional: como evitar? Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Outubro Rosa: foco na saúde da mulher como um... Saúde do Homem e da Mulher

Saiba mais sobre o HPV

05 de março de 2014

Você provavelmente já ouviu falar das DSTs, o grupo de doenças que são transmitidas sexualmente. Dentro dessa categoria estão as lesões causadas pelo vírus HPV (Human Papiloma Vírus, ou papilomavírus humano, em português) na pele e nas mucosas genitais (vulva, vagina, colo do útero e pênis). Além de causar escoriações, o agente está diretamente ligado ao desenvolvimento do segundo tipo de tumor que mais causa morte em mulheres no mundo, o câncer de colo do útero. A doença fica atrás apenas do câncer de mama e faz mais de 250 mil vítimas por ano. Por isso, estará aberta a partir de 10 de março a Campanha de Vacinação contra HPV, com o objetivo de prevenir o câncer de colo do útero.  

HPV vacinação prevenção blog unimed 2

  Além do ato sexual, o HPV pode ser transmitido através do toque com uma região afetada. Por isso, médicos e cientistas destacam as medidas de prevenção no combate à doença, como o uso de preservativos em todas as relações sexuais. Entretanto, a camisinha não oferece proteção completa. Por isso, outro recurso fortemente defendido por especialistas é o Papanicolau, exame capaz detectar alterações antes que evoluam para um quadro cancerígeno. Há, ainda, um teste de HPV, que identifica a presença do agente por meio de uma análise molecular. A implantação da vacina será gradativa. Em 2014, a população alvo é composta por adolescentes do sexo feminino na faixa etária de 11 a 13 anos. Em 2015, serão vacinadas as adolescentes na faixa etária de 9 a 11 anos e a partir de 2016, serão vacinadas as meninas de 9 anos de idade.  

HPV vacinação prevenção blog unimed 1

  Nas meninas entre 9 a 13 anos, a vacina tem eficácia de 98,8%. A época mais favorável para a vacinação é nesta faixa etária, de preferência antes do início da atividade sexual, ou seja, antes da exposição ao vírus. Estudos também verificaram que nesta faixa etária a vacina tem uma resposta melhor quando comparada em adultos jovens, e que meninas vacinadas sem contato prévio com HPV têm maiores chances de proteção contra lesões que podem provocar o câncer uterino. A meta é vacinar pelo menos 80% do grupo alvo, que em 2014 é de 5,2 milhões de adolescentes de 11 a 13 anos. Para receber a dose, basta apresentar o cartão de vacinação ou documento de identificação. Cada adolescente deverá tomar três doses para completar a proteção, sendo que a segunda, seis meses depois, e a terceira, cinco anos após a primeira dose.  

HPV vacinação prevenção blog unimed 3

  A vacinação contra HPV não substitui o exame de Papanicolau. A vacinação é uma ferramenta de prevenção primária e não substitui o rastreamento do câncer de colo do útero em mulheres na faixa etária entre 25 e 64 anos. Assim, as meninas vacinadas, só terão recomendação para o rastreamento quando atingirem a faixa etária preconizada para o exame Papanicolau e já tiverem vida sexual ativa. As vacinas protegem contra os tipos de HPV responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer de colo do útero. Ou seja, ainda é necessário realizar a prevenção pelo exame Papanicolau.   Fica aqui o Hangout do Ministério da Saúde sobre a vacinação contra o HPV.  

Categoria: #CuidarDeVocê