Amamentar Talk: Participe do evento online e... Coronavírus, Filhos e Gestação

PCR ou teste rápido: qual a melhor alternativa... #CuidarDeVocê, Coronavírus

Afinal, por que temos alergias? Alimentação Saudável, Coronavírus

Quem pode doar sangue? Quais são os requisitos para poder doar?

03 de maio de 2020

Atualizado às 15h20 de 01/08/2020

A Unimed VTRP criou a campanha Atitude na Veia para estimular a doação de sangue durante a pandemia da Covid-19. Uma doação pode salvar até quatro vidas, e em tempos tão difíceis, toda ajuda é bem-vinda. Por isso, além de divulgar informações de credibilidade para a comunidade sobre o tema, a Cooperativa Médica está estimulando doações nos hemocentros de Santa Cruz do Sul, Lajeado e Venâncio Aires.

Para que a doação seja segura, existem algumas regras que precisam ser seguidas sempre, sobretudo durante a pandemia do Coronavírus. Separamos os principais tópicos, veja:

Quais são os requisitos básicos para doação de sangue?

Existem três grandes requisitos, que são fundamentais para que você pense em doar sangue. São eles:

– Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos
– Que estejam pesando mais de 50 quilogramas
– E que tenham dormido bem, se alimentado e estejam em boas condições de saúde

Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente.

É importante lembrar também que, no ato da doação, é obrigatório apresentar documento oficial com foto. Para adolescentes de 16 e 17 anos, a doação só pode ser realizada com o consentimento formal dos responsáveis.

É seguro doar sangue?

O procedimento para doação de sangue é simples, rápido e totalmente seguro. Não há riscos para o doador, porque nenhum material usado na coleta do sangue é reutilizado, o que elimina qualquer possibilidade de contaminação.

Fique atento, para a sua segurança e dos demais, existem alguns requisitos que precisam ser seguidos sempre:

  • Evitar alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue. Caso seja após o almoço, é importante aguardar 2 horas.
  • Dormir pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas.
  • Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos, e se estiverem em perfeitas condições de saúde.
  • A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para o homem e de três doações de sangue anuais para as mulher.
  • O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Quais são os impedimentos temporários para doar sangue?

  • Gripe, resfriado e febre: aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas;
  • Período gestacional;
  • Período pós-gravidez: 90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana;
  • Amamentação: até 12 meses após o parto;
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;
  • Tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou região genital impedem a doação);
  • Extração dentária: 72 horas;
  • Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses;
  • Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses;
  • Transfusão de sangue: 1 ano;
  • Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;
  • Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses;
  • Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição).

Quais são os impedimentos definitivos para doar sangue?

  • Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue:  Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis;
  • Malária

Preciso observar algo em especial durante a pandemia da Covid-19?

Sim, o Ministério da Saúde preconiza algumas orientações específicas:

  • As doações devem, preferencialmente, acontecer com agendamento individual, para evitar aglomeração e diminuir o tempo de permanência das pessoas nos postos de coleta
  • Doadores e profissionais devem utilizar álcool gel durante o processo da doação para manterem as mãos higienizadas durante a permanência nesses locais
  • A distância mínima de 1,5 metros entre as pessoas deve ser observada nos hemocentros;
  • Candidatos que apresentaram infecção pela Covid-19 são considerados inaptos por um período de 30 dias, após recuperação clínica completa (assintomáticos).
  • Candidatos que tiveram contato direto (domiciliar ou profissional) com casos suspeitos ou confirmados de contaminação por coronavírus devem aguardar 14 dias após o último dia de contato, para realizar a doação de sangue.
  • Profissionais da saúde (médicos, enfermeiros entre outros) que tiveram contato direto (domiciliar ou profissional) com pacientes devem aguardar 14 dias após o último dia de contato, para realizar a doação de sangue.

Em caso de dúvida, entre em contato com os hemocentros da nossa região. As informações da campanha Atitude Na Veia e as informações de contato dos hemocentros para agendamentos de doações são encontrados no site especial www.unimedvtrp.com.br/atitudenaveia.

Categoria: Atitude na Veia