Câncer de mama: como me prevenir? Saúde do Homem e da Mulher

Diabetes gestacional: como evitar? Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Outubro Rosa: foco na saúde da mulher como um... Saúde do Homem e da Mulher

Prepare seu organismo para as mudanças de temperatura

03 de agosto de 2016

Com as maluquices do tempo, quando chegamos a experimentar as quatro estações do ano em um único dia, é comum ouvirmos alguém comentar: “haja saúde que aguente!”. E, realmente, essas mudanças bruscas de temperatura podem afetar o organismo, sobretudo o sistema respiratório. Então, quem sofre de asma, rinite e outras alergias, poderá ter o quadro agravado. Para que as oscilações repentinas entre calor e frio não prejudiquem a sua saúde, o ideal é reforçar as defesas do corpo. O cuidado deve ser redobrado com crianças e idosos, que em geral são mais frágeis e têm a imunidade mais baixa.   Blog Unimed VTRP   7 dicas para você se manter protegido: 1. Beba muito líquido Uma boa hidratação é fundamental para a melhora da imunidade. Tenha sempre por perto uma garrafinha de água e, mesmo não sentindo sede, dê pequenos goles de vez em quando, principalmente se o clima estiver seco. Beba pelo menos dois litros de água por dia. 2. Cuide da alimentação A alimentação balanceada favorece o aumento da imunidade, criando uma barreira contra complicações decorrentes da exposição do organismo à queda brusca de temperatura. 3. Evite ambientes com muitas pessoas Aglomerações criam ambientes propícios para a transmissão de doenças pelo ar e pelo contato. Como a queda de temperatura já deixa o corpo mais vulnerável, fuja de lugares fechados com muitas pessoas. 4. Deixe a casa ventilada Para manter o calor ou evitar a entrada do sol, muitas pessoas deixam as casas completamente fechadas. Porém, ao impedir a circulação de ar, você favorece a proliferação ou a estagnação de vírus, fungos e bactérias no ambiente. 5. Evite o choque térmico O choque de temperaturas é algo bastante agressivo para quem tem as vias respiratórias mais sensíveis. É comum haver piora de rinite, tosse ou falta de ar. Para amenizar a situação, evite sair de um lugar abafado para um gelado sem proteger nariz e boca com a blusa ou um cachecol. Não espere entrar em contato com o ar frio para se agasalhar. 6. Aqueça o ambiente O ar gelado resfria as vias aéreas, podendo provocar chiado no peito ou um quadro de falta de ar, principalmente em alérgicos. Manter um aquecedor no quarto ajuda a evitar uma noite mal dormida em decorrência de uma mudança brusca de temperatura. Mas lembre-se que o ar quente diminui a umidade do ar. Providencie um umidificador ou, pelo menos, coloque bacias com água perto da cama. 7. Lave as roupas de inverno Casacos, blusas e cobertas, quando guardados por mais tempo, podem absorver a umidade do ar e criar bolor. Os fungos que causam o bolor são altamente irritantes para as mucosas nasais. Por isso, lave periodicamente as peças guardadas, mesmo que elas não tenham sido usadas.   * Com informações do portal Minha Vida.  

Categoria: #CuidarDeVocê