Ouvidoria

Sou um desastre na cozinha… Por onde eu... Alimentação Saudável, Coronavírus

Alimentos que fortalecem a imunidade: você vai... Alimentação Saudável, Coronavírus, Outubro Rosa

Seu filho não quer comer? Como lidar? Alimentação Saudável, Coronavírus, Filhos e Gestação

PCR ou teste rápido: qual a melhor alternativa para detectar a Covid-19?

Importante lembrar que todo e qualquer teste para detecção da Covid-19 deve, obrigatoriamente, ser solicitado por um médico

08 de julho de 2020

Atualizado às 10h38 de 10/07/2020

Os números de casos suspeitos e confirmados do Novo Coronavírus seguem crescendo, e com isso é normal surgirem algumas dúvidas. Existe um teste melhor que outro para detectar a doença? Qual o tempo correto de fazer cada um deles? Para que você entenda exatamente como cada um deles pode nos ajudar, preparamos essa publicação.

Em primeiro lugar, é preciso ficar claro que, atualmente, existem dois tipos de testes para detectar a Covid-19: teste PCR e o teste sorológico (teste rápido). E qual deles é o melhor?

Antes de responder esta pergunta, é preciso entender algo: todo e qualquer teste para detecção da Covid-19 deve, obrigatoriamente, ser solicitado por um médico.

Esta medida atende à normativa da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e aos melhores protocolos seguido em todo o mundo no combate à pandemia.

Agora, vamos ver como funciona cada um dos testes:

Teste por PCR

  • Quando é indicado? Entre o 3° e o 7° dia após o início dos sintomas. Ele tem assertividade de 70% e detecta a presença do vírus em seres humanos. É comum ser realizado em pessoas que estão na fase aguda da doença.
  • Por quê? Após o sétimo dia há uma redução gradativa da carga de vírus no nosso corpo, o que torna o exame menos sensível.
  • Como ele funciona? O RT-PCR é identifica a presença do vírus no organismo e a coleta é feita por meio de swabs de orofaringe (garganta) e nasofaringe (nariz), ou seja, um cotonete é introduzido gentilmente no nariz e na garganta do paciente para a coleta de muco dessas regiões.

Teste sorológico (teste rápido)

  • Quando é indicado? Após o 8º dia de sintomas, sugerindo-se que seja coletado depois de 14 dias para aumento da sua sensibilidade. O resultado negativo no teste sorológico não exclui a presença da doença.
  • Por quê? As pessoas desenvolvem os anticorpos em períodos variáveis. Por isso é importante coletar o exame em período indicado, e sempre com orientação médica.
  • Como ele funciona? O teste sorológico detecta anticorpos (IgA/IgM/IgG) ao invés do vírus. Ele é realizado por meio da coleta de sangue e o resultado sai no mesmo dia.

Quando o médico pode me indicar um teste?

Conforme norma da ANS, os clientes de planos de saúde, os testes devem ser solicitados pelos médicos em situações específicas. A pessoas deve apresentar ou ter apresentado um dos quadros clínicos descritos a seguir:

  • Síndrome Gripal: quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou coriza ou dificuldade respiratória.
  • Síndrome Respiratória Aguda Grave: desconforto respiratório/dificuldade para respirar ou pressão persistente no tórax ou saturação de oxigênio menor do que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto. 

E qual a diferença entre IgA, IgM e IgG?

Eles representam anticorpos sensíveis à Covid-19. Na prática, os anticorpos são proteínas presentes no sistema imunológico humano que agem contra um agente invasor. Sua função é reconhecer, paralisar e agir contra agentes infecciosos, para que o organismo consiga eliminá-los. São as nossas defesas.

Durante toda a vida, o corpo humano desenvolve vários anticorpos de diversas classes. Dentre eles, se destacam as imunoglobulinas da classe M (IgM) e as da classe G (IgG), identificadas em grande parte dos testes sorológicos. Daí é possível detectar a presença de anticorpos para o novo coronavírus em pessoas que já foram infectadas pelo vírus. Entenda:

tabela explicando a diferença entre IgA, IgM e IgG

Porém, é importante ficar atento, pois o surgimento desses anticorpos é variável de pessoa a pessoa e pode ser influenciado conforme a gravidade do estado clínico do paciente.

Desde que os primeiros casos começaram a surgir na região, a Unimed VTRP tem oferecido aos clientes os testes necessários para que os médicos possam diagnosticar a Covid-19.

Como você viu nesta publicação, cabe exclusivamente ao seu médico decidir qual o melhor, avaliando cada situação, caso a caso.