Veja a programação da Casa Unimed na 35ª...

X Simpósio de Medicina da Unimed VTRP liga Vale...

Unimed VTRP estimula a mudança de hábitos com...

Outubro Rosa

28 de setembro de 2012

A Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo adere ao Outubro Rosa, com objetivo de alertar sobre a importância da prevenção ao Câncer de Mama. A iniciativa que se espalha pelo planeta é nobre e as estatísticas justificam: no Brasil, é a doença que mais mata o sexo feminino. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer e das secretarias estaduais de Saúde, são 50 mil novos casos por ano no Brasil.

A ação mobiliza também médicos cooperados da Unimed VTRP. O ginecologista e mastologista Carlos Henrique Sperb Ferreira, de Santa Cruz do Sul, destaca a atenção especial voltada ao Câncer de Mama. “Essa situação nos coloca na obrigação de incentivar os cuidados de prevenção e conscientização da população, dentro das entidades a que pertencemos e nas clínicas em que atuamos”, valoriza.

Entre os fatores de risco: alimentação farta em gorduras e carnes, acesso a alimentos industrializados, sedentarismo e obesidade. Já a lista de sintomas inclui nódulos ou “caroços” (palpável pela paciente ou médico), abaulamentos, retrações, pele com textura semelhante à casca de laranja e saída de líquido sanguinolento pelo mamilo. Alguns casos podem apresentar dor. “É possível evitar fatores de risco e até trabalhar para detectar precocemente a doença. Quanto mais cedo é diagnosticada, maior a chance de ser controlada e da cura”, ressalta o oncologista Hugo Schunemann, médico cooperado de Estrela.

Outros sinais de alerta são menarca precoce (idade da primeira menstruação) e menopausa tardia (após 50 anos); não ter filhos; primeira gravidez após 30 anos; exposição a radiações ionizantes e ingestão regular de álcool.

A doença é rara em mulheres antes dos 35 anos. Mas acima dessa idade, o crescimento dela é rápido e constante. Por isso é importante um diagnóstico precoce, que garante um tratamento mais conservador, com menor possibilidade de preservação da mama. O tratamento abrange ataque local à doença (cirurgia e radioterapia) e ataque geral ou sistêmico (quimioterapia, hormonioterapia, anticorpos ou vacinas), além de apoio de equipe médica, família e sociedade. Vale ainda destacar que a mamografia deve ser feita a partir dos 40 anos, quando a orientação é que o exame passe a ser anual.

Ações – Para a adesão à iniciativa, a lista de ações da Unimed VTRP inclui adesivos nos veículos da Cooperativa Médica (carros e ambulâncias), selo da campanha, distribuição de cartazes e folhetos, camisetas e até iluminação especial nas fachadas (Venâncio Aires, Lajeado, Encantado e Santa Cruz do Sul). A mobilização segue também no mês que vem, dentro da programação do Novembro Azul, quando o foco passa a ser a prevenção na Saúde masculina, principalmente contra o Câncer de Próstata.

Categoria: Unimed VTRP