Saiba quais são as frutas da primavera Alimentação Saudável

Como armazenar o leite materno? Alimente seu... Filhos e Gestação

Atividade física: leve, moderada ou intensa? Atividade Física

Hepatites virais: o que são e como prevenir

22 de maio de 2017

Órgão importante para o sistema digestório, o fígado tem o papel de metabolizar e armazenar os nutrientes que ingerimos diariamente. Por isso, manter o seu funcionamento em dia é essencial. Quando ele sofre alguma deficiência, diversas funções do corpo ficam prejudicadas, afetando diretamente a saúde e a qualidade de vida. É o caso das hepatites. Conhecidas como doenças do fígado, a maioria das hepatites são causadas por vírus. Os tipos mais comuns são as hepatites A, B e C. Clinicamente, elas são muito semelhantes, conforme explica a médica infectologista e cooperada da Unimed VTRP em Venâncio Aires, Sandra Knudsen. “Todas podem causar o mesmo quadro clínico na sua fase aguda, com icterícia (amarelão na pele e nos olhos), urina escura, náuseas, vômitos, febre, dor de cabeça, entre outros sintomas”, reforça a especialista.   Blog Unimed VTRP Vacinação contra HPV   Mas então, como diferenciá-las e detectá-las? De acordo com a médica, a transmissão da hepatite A ocorre de forma oral-fecal, ou seja, por meio de água e alimentos contaminados. Hoje, já existe vacina eficaz para preveni-la. A hepatite B, por sua vez, é transmitida pelo sangue – compartilhamento de seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos que furam ou cortam – e por relações sexuais. Ela também conta com vacina para prevenção. Já a hepatite C é transmitida, principalmente, pelo sangue, e não existe vacina contra esse vírus. “Nesses casos, o diagnóstico é feito por exames de sangue, com sorologias específicas, que distinguem uma hepatite viral da outra”, completa. Hoje, no Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, existem cerca de 3 milhões de pessoas infectadas por hepatites virais. Dentre os tipos, a hepatite C é a que mais mata: causa 70% dos óbitos. Outra informação importante diz respeito aos transplantes de fígado realizados no país. Um a cada três procedimentos decorrem de complicações da hepatite C.   Blog Unimed VTRP_lavar_as_mãos   Por isso, o foco está na prevenção. Como a hepatite A é transmitida por alimentos e pelo contato pessoal, a higiene é o principal meio de prevenção: lavar bem as mãos após ir ao banheiro e antes de comer e lavar bem alimentos que serão consumidos crus. Já as demais hepatites virais são transmitidas pelo sangue, por isso, é importante não compartilhar objetos de uso pessoal, como giletes, escovas de dentes, utensílios de manicure, além de utilizar preservativos durante as relações sexuais, e ter certeza de que materiais utilizados para fazer tatuagens e para a colocação de piercings são descartáveis. As vacinas, no caso das hepatites A e B, também fazem parte das ações de prevenção. Atualmente, existem tratamentos eficazes para os portadores crônicos destas hepatites. Portanto, é importante o diagnóstico precoce destas doenças para tratar e evitar que elas evoluam para complicações como cirrose ou câncer de fígado.  


Atenção: se você passou por alguma cirurgia, transfusão de sangue ou fez tatuagem antes de 1993, procure uma unidade de saúde e faça o teste. Ele é rápido e indolor.


  Saiba mais sobre o assunto na revista Simples Assim, produzida pela Unimed VTRP. Clique aqui e leia a versão online da publicação.

Categoria: #CuidarDeVocê