Câncer de mama: como me prevenir? Saúde do Homem e da Mulher

Diabetes gestacional: como evitar? Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Outubro Rosa: foco na saúde da mulher como um... Saúde do Homem e da Mulher

Cuidados com a pele

26 de janeiro de 2015

O filtro solar é um produto que ajuda a proteger a pele da radiação ultravioleta do sol, o que reduz as queimaduras solares e outros danos à pele, intimamente ligado ao risco de câncer de pele.

Além dos prejuízos estéticos, a exposição solar prolongada e de maneira inadequada pode causar câncer. O câncer de pele é considerado o tumor de maior incidência no Brasil (Saiba mais sobre câncer de pele). Por isso, os cuidados com a pele devem começar na infância, a partir dos seis meses. O uso diário de protetor pode reduzir em até 85% as chances de desenvolver a doença.

 

Cuidados com a Pele Blog Unimed VTRP 1

 

As principais radiações solares são:

Raios infravermelhos – Responsáveis pela sensação de calor e desidratação da pele durante a exposição ao sol;

UV-A – Bronzeiam superficialmente, porém, contribui para o envelhecimento precoce da pele, induzido pela exposição solar prolongada;

UV-B – São consideradas mais lesivas que as radiações UV-A. Em excesso, causam eritema (queimadura solar), envelhecimento precoce e câncer de pele, atingindo, principalmente, pessoas de pele clara;

UV-C – São absorvidas pelas camadas mais altas da atmosfera e estratosfera e, raramente, atingem a superfície terrestre. São bastante prejudiciais, não estimulam o bronzeamento e causam queimaduras solares e câncer.

 

Como nosso organismo se defende dos Raios solares:

O bronzeamento é uma defesa contra as radiações solares, que estimulam o organismo a produzir melanina, um pigmento natural da pele, reduzindo, com isso, a penetração das radiações UV-A e UV-B. Nos primeiros dias de exposição ao sol, o mecanismo de produção de melanina começa a ser ativado. Neste período, devem ser utilizados protetores solares com fatores de proteção mais elevados, pois eles atuarão de forma similar à melanina, filtrando os raios UV-A e UV-B.

Queimaduras, sensações de ardor e inchaços são comuns quando ocorre exposição indevida ao sol. A escolha adequada do FPS, para cada tipo de pele, é de fundamental importância. Peles mais sensíveis necessitam de um fator de proteção maior. Um produto com FPS 8, por exemplo, permite a exposição da pele ao sol por um período 8 vezes maior do que seria permitido sem a sua utilização. Contudo, isto não significa dizer que o usuário estará livre de queimaduras, pois, passado esse tempo, a pele sofrerá danos, como se nenhum produto tivesse sido utilizado.

 

Cuidados com a Pele Blog Unimed VTRP 2

 

Características do protetor ideal:

Anti UVA e UVB: filtros que protegem tanto contra os raios ultravioleta A e ultravioleta B.

Hipoalergênico: utiliza substâncias que geralmente não provocam alergias.

Livre de PABA ou “PABA Free”: filtros que não contém a substância PABA, que tem alto poder de causar alergias.

Livre de óleo ou “oil free”: filtros cujos veículos não contêm substâncias oleosas. São os mais indicados para pessoas de pele oleosa ou com tendência à formação de cravos e espinhas.

Não comedogênico: filtros que não obstruem os poros, evitando assim a formação de cravos. São também indicados para pessoas de pele oleosa e com tendência à formação de cravos e espinhas.

 

Cuidados com a Pele Blog Unimed VTRP 3

 

Confira o tipo de protetor solar mais adequado para seu tipo de pele:

Descrição Reação da pele à exposição solar Filtro solar indicado
Pele muito clara (sardenta, ruivos) Sempre se queima, nunca se bronzeia FPS: 30 a 45
Pele clara (loiros de olhos claros) Sempre se queima e raramente se bronzeia FPS: 30 a 45
Pele menos clara Algumas vezes se queima e sempre bronzeia FPS: 30
Pele morena clara Raramente queima e sempre se bronzeia FPS: 30
Pele morena escura Nunca queima e sempre se bronzeia FPS: 10 a 15
Pele negra Nunca queima e sempre se bronzeia FPS: 10 a 15

  O filtro deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição ao sol e a cada duas horas. Para mostrar a importância dessa proteção, o artista Thomas Leveritt usando uma câmera com luz ultravioleta selecionou pessoas na rua para mostrar como a pele contém imperfeições que nem sempre são vistas a olho nu. Os efeitos são quase sempre causados pela exposição sem proteção ao sol. Para provar isso, ele mostra como os óculos e o próprio protetor solar tornam o rosto preto quando captado pela câmera especial.     Com Informações do Médico Dermatologista Pánfilo Veha Lino.

 

Categoria: #CuidarDeVocê