Câncer de mama: como me prevenir? Saúde do Homem e da Mulher

Diabetes gestacional: como evitar? Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Outubro Rosa: foco na saúde da mulher como um... Saúde do Homem e da Mulher

Como agir em caso de acidentes com as crianças

05 de janeiro de 2015

É comum crianças sofrerem pequenos acidentes domésticos. Nestas horas é preciso ter calma e informação é fundamental. Sendo assim, separamos algumas dicas do que fazer.  

Primeiros Socorros Crianças Unimed VTRP 6

  Bater a cabeça O que observar? Importante saber se a criança desmaiou imediatamente após a batida. Outros sinais de que talvez seja necessário visitar um medico são vômitos, sono ou sonolência, dificuldade de caminhar, dor de cabeça forte e confusão mental. O que fazer? Se a queda foi de cabeça, como num mergulho, o melhor é não mexer na criança e chamar o socorro, principalmente se há fraqueza nas pernas e braços. Se a batida foi contra uma parede, em uma brincadeira com amigos ou em uma queda, ligue para o médico e siga sua orientação. Talvez seja necessário, além de impedir que a criança durma, mantê-la sob observação.   Sangramento nasal O que observar? Principalmente agora no inverno e em climas secos, é comum o nariz sangrar quando se espirra. Verifique o que pode ter desencadeado e também há sangramento ou hematomas em alguma outra parte do corpo. O que fazer? Coloque a criança sentada, com a cabeça pendendo um pouco para trás e use um lenço de papel como compressa na narina que está sangrando. Fique assim por pelo menos 5 minutos. Esse procedimento deve resolver. Caso continue sangrando, tente por mais 10 minutos. Se o sangramento não cessar, procure um médico.   Cortes O que observar? Se o corte não for tão grande ou sério, deve-se limpar o local com água e sabão e pressionar para estancar o sangue. Depois de estancado, colocar uma atadura apropriada ao tamanho da ferida. Devemos considerar uma ferida ou corte mais sério quando não se consegue estancar o sangue mesmo depois de ter havido pressão por alguns minutos. O que fazer? Continue pressionando o local da ferida usando preferencialmente um pano limpo e se dirija a um pronto socorro, pois talvez seja necessária a intervenção médica para dar pontos no local para permitir que a ferida feche e o sangramento cesse. Se você estiver sozinho, talvez seja melhor chamar um vizinho ou amigo para auxiliar; pegar um taxi também é uma boa alternativa, desse jeito você consegue acalmar a criança e manter a ferida pressionada.   Queimadura O que observar? A pele do seu filho pode variar de muito vermelha ao preto (com pontos brancos). O que fazer? Se a queimadura for do tipo elétrica ou a criança entrou em contato com chamas, assegure-se de que ela esteja consciente e respirando normalmente antes de cuidar da queimadura. A parte de pele queimada deve ser colocada sob água corrente ou gelada, não coloque gelo no local. Os remédios caseiros do tipo maisena, manteiga ou pasta de dente irão piorar a queimadura. Não deixe de ligar para o médico tão logo tenha feito esse primeiro atendimento para maiores instruções.   Intoxicação ou envenenamento O que observar? Importante saber qual o tipo de envenenamento; produtos de limpeza, cosméticos e medicamentos são os principais causadores de intoxicação. O que fazer? – Em caso de ingestão, tentar fazer com que ele cuspa o que foi engolido o mais rápido possível. – No caso de intoxicação por contato, o ideal é que se banhe a área com bastante água corrente. Em todos os casos, ligue imediatamente para o Disque Intoxicação: 0800-722-6001, eles saberão te orientar. O serviço funciona todos os dias, 24 horas. Não se esqueça de ligar também para o pediatra.  

Primeiros Socorros Crianças Unimed VTRP

  Tenha em algum lugar visível as seguintes informações: – Todos os telefones do pediatra; – Farmacinha de Primeiros Socorros: Gaze Algodão Esparadrapo Termômetro Tesoura Antitérmico Antialérgico Solução para higienizarão (consulte o pediatra sobre o uso de água oxigenada) – Telefone do táxi; – Ambulância / SAMU; – Endereço do hospital mais próximo. Esperamos você nunca precise usar essas técnicas, mas informação nunca é demais.   Para casos de engasgo e obstrução das vias aéreas   Com informações Hospital Albert Heinstein e Blog Dr Drauzio Varela.  

Categoria: #CuidarDeVocê