imgTopo Contato separador btnPesquisa
Região / Mundo

Vamos trocar armas por bicicletas?

tumblr_lkoby4p01v1qiahe6o1_500

Para reduzir o número de armas ilegais em circulação no Uruguai, o governo do país lançou uma campanha que quer estimular a população a entregar armas de fogo não registradas, por livre e espontânea vontade, às autoridades.

Trata-se da iniciativa Armas pela Vida, promovida pelo Ministério do Interior, que promete dar bicicletas aos cidadãos que entregarem suas armas ilegais ao governo. Os “doadores” também podem optar por levar para casa um computador portátil de baixo custo, produzido pelo projeto One Laptop Per Child (OLPC), desenvolvido para oferecer computadores a todos os alunos de escolas públicas.

Criada para incentivar o desarmamento no Uruguai – que, já no início de 2013, sofreu um aumento no número de homicídios com armas de fogo –, “a campanha quer mostrar o valor de trocar uma arma de fogo por uma arma de conhecimento, no caso do computador, ou de trabalho e saúde, no caso da bike”, disse Marcelo Barzelli, diretor de comunicação do Ministério do Interior do país, que garantiu que a campanha será colocada em prática em breve.

Dados do governo uruguaio estimam que existam cerca de 500 mil armas ilegais em posse de cidadãos e outras 450 mil registradas, o que significa que um em cada três uruguaios – em uma população de 3,2 milhões de habitantes – está armado.

No Brasil, em 2005, a maioria votou “não” no referendo do desarmamento, que queria proibir a comercialização de armas de fogo no país. Mas, segundo o Ministério da Justiça, o objeto responde por 70% dos nossos homicídios.

olpc-school_large_verge_medium_landscape

Foto divulgação do projeto  One Laptop Per Child (OLPC).

 

Envie o seu comentário para a Unimed VTRP




siteOficial ans
Todos os direitos reservados Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo 2018.
barraRodapeLink
Nossos Favoritos
Sobre a Unimed VTRP
Política de Comentários
Relatório de Sustentabilidade
Revista Unimed
;