10 fatos interessantes sobre amamentação Filhos e Gestação

Jeito de Cuidar Unimed VTRP: A história da... Filhos e Gestação

Vamos falar sério sobre hábitos saudáveis e... Saúde do Homem e da Mulher

Alimentação saudável e reeducação alimentar

24 de fevereiro de 2014

Segundo dados da pesquisa Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), realizada pelo Ministério da Saúde, hoje 17% da população é obesa e 51% estão acima do peso.

A classificação de excesso de peso ou obesidade é feita pelo IMC (Índice de Massa Corporal), obtido dividindo o peso pela altura ao quadrado (IMC = peso / altura x altura). Para o excesso de peso, o IMC deve ser 25 ou mais, e para a obesidade, o índice é igual ou maior que 30.

 

Reeducação alimentar blog unimed 1

 

Apenas 22% dos brasileiros consomem a quantidade ideal de frutas e legumes recomendada pela OMS (Organização Mundial da saúde). Outro indicador que preocupa é o consumo excessivo de gordura saturada: 31,5% da população não dispensam a carne gordurosa e mais da metade (53,8%) consome leite integral regularmente. Os refrigerantes também têm consumidores fieis – 26% dos brasileiros tomam esse tipo de bebida ao menos cinco vezes por semana.

Além da questão estética estar acima do peso é prejudicial a saúde. O cansaço fica maior, as dores no corpo aparecem. A ideia de subir qualquer andar de escada pode desanimar. No lugar de dietas o correto é fazer uma reeducação alimentar. Algumas trocas são essenciais para a manutenção da saúde e qualidade de vida. A principal coisa que devemos aprender é que a reeducação alimentar não consiste em deixar de comer tudo o que gosta e passar a comer somente frutas, verduras, legumes e alimentos light. Muito pelo contrário, é aprender que você pode comer tudo, mas sem exageros e de forma equilibrada. O ideal é que o processo seja feito individualmente e com orientação de um nutricionista, pois uma recomendação pode ser adequada para uma pessoa mas não será para outra. Deve-se levar em conta o estilo de vida, assim como a presença de doenças pré-existentes.  

Reeducação alimentar blog unimed 2

  Mas de maneira geral pode-se pontuar algumas atitudes que qualquer pessoa pode adotar para “reeducar” a sua alimentação: – Beba de 8 a 10 copos de água por dia; – Evite o consumo de alimentos industrializados e fast-food; – Substitua refrigerantes por sucos de frutas naturais; – Inclua alimentos integrais no seu cardápio; – Evite o consumo de alimentos ricos em gordura como: frituras, carnes gordas, queijos amarelos, manteiga; – Doces são permitidos, mas esporadicamente e em pequena quantidade; – Pratique atividade física regularmente. Para manter uma dieta equilibrada, confira também as boas combinações de alimentos.   A jornalista Francine Lima criou o canal Do Campo à Mesa, onde pesquisa e mostra os processos em que nossa comida passa e que desconhecemos. Francine mostra análises da composição dos alimentos industrializados e ensina a interpretar as informações disponíveis para fazer escolhas melhores na próxima compra.    

Categoria: #CuidarDeVocê