Saiba quais são as frutas da primavera Alimentação Saudável

Como armazenar o leite materno? Alimente seu... Filhos e Gestação

Atividade física: leve, moderada ou intensa? Atividade Física

Alerta: jovens entre 20 e 29 anos devem se vacinar contra o sarampo!

Ministério da Saúde abriu novo período de vacinação e municípios dos vales do Taquari, Rio Pardo e Região do jacuí estão mobilizados

19 de novembro de 2019

Infelizmente, o ano de 2019 marcou o retorno de uma doença que é muito perigosa para a saúde de todos: o sarampo. O Rio Grande do Sul já tem casos confirmados, e estados como São Paulo e Santa Catarina tem visto um número crescente de pessoas infectadas com a doença.

Por isso, o Ministério da Saúde abriu nessa segunda-feira, 18/11, um novo período de vacinação. Desta vez, o foco está entre jovens de 20 e 29 anos.

Existem casos de pessoas nesta idade que tomaram apenas uma dose da vacina, e isto pode torná-las vulneráveis ao vírus. A situação é série, pois o vírus do Sarampo é altamente contagioso e transmitido pelo contato com gotículas de nariz, boca e garganta da pessoa infectada.

Casos no RS

A doença voltou a circular no Rio Grande do Sul. Do total de 32 casos confirmados até 13 de novembro, 10 (31%) tem entre 20 e 29 anos, conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde.

Por isso, devem se vacinar com a tríplice viral os jovens desta faixa etária, e aqueles que nunca tomaram nenhuma ou apenas uma dose da vacina ou não possuem registro em caderneta de vacinação.

Panorama na região

Nos vales do Taquari e Rio Pardo e Região do Jacuí, os municípios se organizam para iminuzar o maior número de pessoas. Dentre os mais populosos, destacam-se ações em:

Santa Cruz do Sul – Doses estão disponíveis nas unidades básicas, no Centro Materno Infantil (Cemai), e no SIS da Unisc. Mais informações aqui.

Lajeado – Todos os postos de saúde aderiram a campanha nacional e estão seguindo o calendário proposto pelo Governo. Além de Lajeado, municípios como Teutônia e Fazenda Vilanova também estão mobilizados. Mais informações aqui.

Venâncio Aires – As doses são aplicadas em todos os postos de saúde do Município que possuem sala de vacina das 7h30 às 11 horas e na parte da tarde das 13h15 até as 16h30. Mais informações aqui.

E quais são os sintomas do sarampo?

Eles podem aparecer até dez dias após a infecção. Fique atento se tiver:

  • Febre
  • Tosse persistente
  • Olhos avermelhados e coriza
  • Conjuntivite
  • Mal-estar
  • Manchas avermelhadas no rosto que, com o tempo, estendem-se aos pés
  • Lesões na boca

Vacinação: a única forma de se proteger!

Todas as pessoas podem se vacinar, exceto nas circunstâncias abaixo:

  • Crianças com menos de seis meses
  • Mulheres grávidas
  • Pessoas com doenças que afetam o sistema imunológico
  • Pessoas já com suspeita de terem sarampo

Aqueles que já tiveram sarampo não correm riscos de contrair novamente a doença. Porém, a vacinação ainda é recomendada, já que protege também contra as outras doenças da tríplice viral (caxumba e rubéola) ou da tetra viral (caxumba, rubéola e varicela).

As vacinas fazem parte do calendário do Ministério da Saúde e estão disponíveis em postos de saúde.

Vai viajar?

Turistas com viagens internacionais planejadas – e aqueles que vêm ao Brasil – devem se vacinar com até 15 dias de antecedência. Está em dúvida? Entre em contato com a Secretaria de Saúde do seu município!

Tira-dúvidas: Como prevenir o sarampo?

O sarampo é uma doença prevenível por vacinação. Os critérios de indicação da vacina são revisados periodicamente pelo Ministério da Saúde e levam em conta: características clínicas da doença, idade, ter adoecido por sarampo durante a vida, ocorrência de surtos, além de outros aspectos epidemiológicos. 

Quem deve se vacinar contra o sarampo?
 Dose zero: Devido ao aumento de casos de sarampo em alguns estados, todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas (dose extra).
Primeira dose:  Crianças que completarem 12 meses (1 ano).
Segunda dose: Aos 15 meses de idade, última dose por toda a vida. 
Adulto deve se vacinar contra o sarampo?
 Tomou apenas uma dose até os 29 anos de idade:Se você tem entre 1 e 29 anos e recebeu apenas uma dose, recomenda-se completar o esquema vacinal com a segunda dose da vacina;Quem comprova as duas doses da vacina do sarampo, não precisa se vacinar novamente. 

Não tomou nenhuma dose, perdeu o cartão ou não se lembra?

De 1 a 29 anos – São necessárias duas doses;

De 30 a 49 anos – Apenas uma dose. 
Grávidas podem tomar a vacina contra o sarampo?
 A vacina é contraindicada durante a gestação pois são produzidas com o vírus do sarampo vivo, apesar de atenuado. A gestação tende a diminuir a imunidade da mulher, o que deixa o sistema imunológico mais vulnerável e, por isso, a vacina pode desenvolver a doença ou complicações.

O recomendado pelo Ministério da Saúde é que a mulher que faça planos de engravidar tome todas as doses da vacina antes, podendo esta ser a tríplice ou a tetra viral, e mantenha toda a rotina prevista no Calendário Nacional de Vacinação atualizada, para se proteger e proteger o bebê. 
Quais são as vacinas que protegem do sarampo?
 A profilaxia (prevenção) do sarampo está disponível em apresentações diferentes. Todas previnem o sarampo e cabe ao profissional de saúde aplicar a vacina adequada para cada pessoa, de acordo com a idade ou situação epidemiológica. 

Os tipos de vacinas são:

Dupla viral – Protege do vírus do sarampo e da rubéola. Pode ser utilizada para o bloqueio vacinal em situação de surto;

Tríplice viral – Protege do vírus do sarampo, caxumba e rubéola;

Tetra viral – Protege do vírus do sarampo, caxumba, rubéola e varicela (catapora).

Categoria: Filhos e Gestação