Coronavírus: sintomas suspeitos? Fique em casa e ligue para 0800 940 78 00. Clique aqui e saiba mais.

×

Saiba quais são as frutas da primavera Alimentação Saudável

Como armazenar o leite materno? Alimente seu... Filhos e Gestação

Atividade física: leve, moderada ou intensa? Atividade Física

Adapte o seu corpo para o horário de verão

18 de outubro de 2016

Teve início, neste final de semana, o horário de verão. Para muitas pessoas, os dias mais longos afetam diretamente a rotina. O efeito mais comum é o cansaço. Isso ocorre porque o corpo leva cerca de duas semanas para se adaptar ao novo horário. A prática é adotada no país pelo fato de os dias serem mais longos nesta estação, fazendo com que as luzes permaneçam acesas por menos tempo, o que pode representar economia de energia.   Blog Unimed VTRP Adaptação Horário de Verão   A mudança só se aplica nos estados mais afastados da Linha do Equador. Para as regiões mais próximas a este ponto, os dias e noites têm a mesma duração durante todo o ano, fazendo com que a alteração seja desnecessária. Parte da população não se adapta à mudança e até sofre neste período. Algumas pessoas, no entanto, preferem o horário de verão pelo fato de a noite “chegar mais tarde”, demorando a escurecer. Neste período, o relógio biológico entra em uma fase de adaptação, durante o qual as pessoas enfrentam dificuldades em se ajustar aos novos horários de alimentação, apresentando inclusive sonolência, o que acaba por gerar déficit de atenção por algum tempo. Entre uma semana e dez dias, a maioria das pessoas consegue se adaptar. As pessoas que menos sofrem com a mudança do horário de verão são as que conseguem estabelecer uma rotina mais rápida de sono, alimentação e compromissos no horário novo. Essa adaptação pode começar no próprio fim de semana do adiantamento de horário.   Blog Unimed VTRP Cuidados horário de verão   Confira algumas dicas para encarar o horário de verão: – Evite abusos alimentares e de bebida alcoólica; – Evite cafeína e bebidas energéticas à noite. Elas são usadas para ajudar a combater o cansaço, mas podem impedir mais a adaptação do nosso relógio biológico; – Não deixe de fazer exercício físico porque você está se sentindo mais cansado; – Quanto aos horários dos exercícios, prefira os momentos do dia já claro e evite a ginástica antes de dormir; – Para quem costuma praticar exercícios ao ar livre, o cuidado com o sol é muito importante. Não se deve deixar o filtro solar, mesmo entre 18h e 20h, pois os raios ultravioletas ainda estarão muito fortes; – Tente fazer cochilos rápidos de 15 a 20 minutos após o almoço.   Além disso, que tal aproveitar essa época do ano para se movimentar um pouquinho mais? Confira aqui os benefícios da caminhada para a saúde física e mental e melhore sua qualidade de vida.  

Categoria: #CuidarDeVocê