Ouvidoria

5 receitas de lanches rápidos e fáceis para... Alimentação Saudável, Coronavírus, Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Preparamos dicas de séries, músicas e podcast Coronavírus, Saúde Emocional

Cuidados com a pele das crianças no sol e no... Atividade Física, Filhos e Gestação

8 perguntas e respostas para entender melhor a queda de cabelo depois de ter Covid-19

A dermatologista Evódie Fernandes fala com o Blog Unimed sobre o tema

18 de maio de 2021

Pode acontecer com qualquer um de nós. Mesmo tomando todos os cuidados, você pode acabar contraindo Covid-19. O corpo de cada um reage de maneira diferente durante o período em que estamos com a doença, por isso, cada um recebe um tipo diferente de acompanhamento neste período. E, mesmo curado, existem relatos de problemas comuns a muitas pessoas, como a queda de cabelos.

Para que possamos entender melhor o tema, convidamos a dermatologista Evódie Fernandes, para falar sobre o tema.

A Dra. Evódie é médica cooperada da Unimed VTRP e mestre em Dermatologia Pediátrica e responde os oito principais questionamentos sobre o assunto.

Dra. Evódie Fernandes

Blog Unimed – Pelo que se sabe até o momento, é verdade que pessoas que tiveram Covid-19 podem sofrer com queda de cabelo?

Dra. Evódie – Sim, é verdade. Vários estudos e relatos vêm mostrando um aumento da manifestação de queda de cabelo difusa em pacientes previamente infectados pelo SARS-CoV-2, clinicamente compatível com o que chamamos de eflúvio telógeno.

Blog Unimed – Quanto tempo depois de ter Covid este fenônemo pode acontecer? Quanto tempo pode durar?

Dra. Evódie – Em média o início da queda é de 50 dias após o início dos sintomas da Covid, variando desde 3 semanas até 3 meses após. Outros estudos relatam a queda de cabelo como sendo um dos sintomas tardios mais frequentes, que se manifestam após 6 meses de doença.  O eflúvio (a queda) pode durar meses após o desencadeamento e a recuperação completa dos fios perdidos é lenta, cerca de 18 meses.

Blog Unimed – A queda de cabelo pós-Covid é mais comum em mulheres?

Dra. Evódie – Nos estudos realizados até agora associa-se uma maior queda de cabelo aos pacientes do sexo feminino.  Além disto, este sintoma é mais frequente naqueles que tiveram infecção mais grave, hospitalização e uso de medicamentos.

Blog Unimed – Existe algo que a pessoa pode fazer para interromper ou minimizar este problema?

Dra. Evódie – O ponto principal do tratamento da queda de cabelo é relacionar corretamente com a causa básica e remover o agente estressor. Isto significa tratar a doença, suspender medicações que possam estar envolvidas e corrigir as deficiências nutricionais. Educar para a natureza autolimitada da queda, porém de recuperação demorada. Em situações mais graves podem ser usados medicamentos que ajudem no estímulo ao surgimento de fios novos e no cuidado do seu crescimento.

Blog Unimed – A senhora percebeu um aumento no número de pacientes buscando atendimento por este problema nos últimos meses?

Dra. Evódie – Sim, tem sido uma queixa muito frequente no consultório nos últimos meses, onde se tem relatos de início da queda logo após a infecção até uma manifestação mais tardia. Um sintoma muito impactante na autoestima, principalmente das mulheres.

Blog Unimed – A queda de cabelo pós-Covid pode ter motivações emocionais?

Dra. Evódie – Sem dúvida. O eflúvio é relacionado com estressores emocionais e também físicos e a pandemia da Covid-19 está associada com ambos. Entre as causas da queda de cabelo pós-Covid podem estar desde a própria infecção, hospitalização, o uso de medicações, alterações nutricionais, traumas psicológicos, assim como a própria pandemia como causa de estresse psicossocial importante.

Blog Unimed – Tive Covid e estou tendo este problema. Devo procurar um médico?

Dra. Evódie – Mesmo sabendo que a queda de cabelo nesta situação é autolimitada ela pode perdurar por muitos meses e a recuperação ser bastante lenta. Em situações mais graves ou de preocupação o médico dermatologista saberá abordar e ajudar a resolver o problema.

Blog Unimed – Você pode nos dar algumas dicas para manter a saúde capilar?

Dra. Evódie – Dicas básicas e essenciais para a saúde e beleza dos cabelos:  use shampoos e produtos adequados ao seu tipo de cabelo; evite água muito quente no banho; use condicionador preferencialmente nas pontas; não durma com o cabelo molhado; evite maltratar os fios com excesso de química; tenha uma nutrição balanceada; tente evitar o estresse.

Este é o quinto conteúdo da série “Passei pelo Covid, e agora?”. As publicações acontecem sempre nas terças-feiras. Para conferir todos os conteúdos, siga a Unimed VTRP nas redes sociais, no InstagramFacebookYoutube e LinkedIn.

Categoria: Coronavírus