Câncer de mama: como me prevenir? Saúde do Homem e da Mulher

Diabetes gestacional: como evitar? Filhos e Gestação, Saúde do Homem e da Mulher

Outubro Rosa: foco na saúde da mulher como um... Saúde do Homem e da Mulher

5 dicas práticas para a saúde do homem

Cuidar da saúde também é coisa de homem, sim!

19 de agosto de 2019

Happy family having fun time watchin tv at home

No dia 15/07, é comemorado no Brasil o Dia do Homem. A Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) aproveita a data para trazer dicas práticas para que os homens prestem mais atenção em si, e busquem mais cuidado diariamente.

CUIDAR DA SAÚDE É COISA DE HOMEM, SIM!

A primeira dica é um alerta. Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada em 2015, apontou que 71,2% das pessoas entrevistadas haviam se consultado com um médico pelo menos uma vez ao longo dos 12 meses anteriores à entrevista. Das mulheres entrevistadas, 78% mencionaram ter ido a uma consulta de rotina, entre os homens o índice foi de 63,9%. 

Na mesma linha comparativa entre homens e mulheres, outro estudo divulgado pelo Ministério da Saúde mostrou que 51% da população brasileira acima de 18 anos está acima do peso. Nesse caso, os homens são a maioria, 54,5% da população adulta do sexo masculino apresentou sobrepeso, enquanto entre as mulheres o índice é de 48,1%.

Os dois levantamentos mostram que, infelizmente, os homens se cuidam menos. E isso precisa mudar. Estar desatento à saúde pode facilitar o aparecimento de doenças e complicações, algumas silenciosas e sem sintomas aparentes. Mas, calma! Algumas atitudes incorporadas ao dia a dia ajudam a reduzir o risco de diversas doenças crônicas não-transmissíveis como diabetes e as doenças cardiovasculares (hipertensão, derrame, infarto de miocárdio).

Por isso, separamos 5 dicas para melhorar a sua saúde!

  • Mantenha uma dieta saudável. Isso é mais fácil do que você imagina! Escolha vegetais, frutas, grãos integrais, alimentos ricos em fibras e fontes magras de proteína, como peixes, na maioria das suas refeições. Não significa que você não possa nunca comer um churrasco. Converse com seu médico, e estipule seus limites. É tudo uma questão de medida.
  • Controle o peso corporal. Eliminar os quilos em excesso ou manter o peso adequado pode reduzir o risco de doenças crônicas não transmissíveis, como as cardíacas. O cuidado com a alimentação facilita e muito esta tarefa.
  • Movimente-se! Atividades físicas frequentes ajudam no controle do peso corporal, reduzindo o risco de desenvolver alguma doença cardíaca. Aqui, a dica é realizar atividades com as quais você se identifique, como corrida, futebol, vôlei, etc. Se estiver parado há muito tempo, procure seu médico antes. A caminhada já pode ser um belo início, e se você tiver acompanhamento, verá como sua saúde poderá melhorar.
  • Gerencie o estresse. Se você se sentir constantemente sob pressão, seu sistema imunológico pode ficar debilitado. Coloque em prática medidas para reduzir o estresse ou aprenda a lidar com ele de forma saudável. Lembre-se: para uma saúde completa, sua saúde
  • Limite a ingestão de álcool. Consumir álcool acima do percentual considerado moderado pode elevar a pressão arterial e aumentar o risco de desenvolver câncer, como o de fígado. Assim como na alimentação, a regra é a medida!

Sobre este último tópico, um alerta. A Organização Mundial de Saúde (OMS) define como consumo moderado de álcool a ingestão diária de uma dose (10 a 15 gramas) para as mulheres e duas doses para os homens (de 20 a 30 gramas).

No fim das contas, estar vigilante em relação à saúde e manter um estilo de vida saudável é fundamental para desfrutar de dias mais tranquilos e prevenir doenças e complicações. E mesmo para poder aproveitar as coisas boas da vida por muito tempo.