10 fatos interessantes sobre amamentação Filhos e Gestação

Jeito de Cuidar Unimed VTRP: A história da... Filhos e Gestação

Vamos falar sério sobre hábitos saudáveis e... Saúde do Homem e da Mulher

Gestantes precisam triplicar o cuidado com a dengue! Saiba como se proteger ⚠

24 de maio de 2019

Dos 59 municípios da área de atuação da Unimed VTRP, 25 deles estão infestados pelo mosquito Aedes Aegypti*. Esta situação é muito séria e preocupante, pois nesta lista constam os municípios mais populososos, como Santa Cruz do Sul, Lajeado e Venâncio Aires. Por isso, a Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo preparou um material prático, com dicas fáceis e úteis para afastar o perigo da sua casa e da sua família! No caso das gestantes, conforme os especialistas, os cuidados precisam ser triplicados!

O grande perigo nesta fase mágica da vida é em relação às doenças que o mosquito pode transmitir: dengue, febre amarela, zika e chikungunya. No caso da Zyka, existe a correlação com a microcefalia, pois estudos indicam que a doença pode provocar essa má formação no feto.

Mas, calma! A situação merece atenção, mas o cuidado da gestante e de toda a família pode afastar o risco da sua casa. E, em primeiro lugar, os cuidados básicos devem ser observados. A gestante deve ser acompanhada em consultas de pré-natal pela equipe de referência, deve realizar todos os exames recomendados pelo médico e, em hipótese alguma, utilizar medicamentos sem orientação médica. Outras dicas de ouro são:

DICA DE OURO PARA FUTURAS MAMÃES!

Gestante, sempre que perceber qualquer alteração durante a gestação, informe sua equipe de saúde da família ou de atenção integral à saúde. É importante reforçar que, em qualquer situação, as gestantes precisam consultar seu médico antes de viajar e que é necessário um cuidado especial nestas ocasiões. Medidas de prevenção pessoal para gestantes e mulheres em idade fértil com possibilidade de engravidar:

DICA FINAL!

Na prática, pessoas infectadas com os vírus Zika, Chikungunya ou Dengue são o verdadeiro reservatório de infecção para outras pessoas, tanto em casa como na comunidade. Portanto, a pessoa doente, deve seguir as medidas de proteção acima citadas, evitando assim a propagação da doença.

* Informação confirmada pelo Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Executiva de Vigilância à Saúde do RS com coleta e análise de dados até a semana epidemiológica 20, de 2019. Conforme o documento, estão infestados por Aedes Aegypti quando olhamos apenas o recorte da área de atuação da Unimed VTRP: Butiá, Charqueadas e Minas do Leão; Pantano Grande, Rio Pardo, Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires; 16ª CRS: Anta Gorda, Arroio do Meio, Bom Retiro do Sul, Colinas, Cruzeiro do Sul, Encantado, Estrela, Fazenda Vila Nova, Forquetinha, Lajeado, Marques de Souza, Muçum, Paverama, Putinga, Taquari, Teutônia, Travesseiro e Westphalia.

Categoria: Filhos e Gestação